Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

IIF: emergentes atraíram US$ 37,7 bi em fluxos de portfólio em setembro


postado em 01/10/2019 14:58

O Instituto Internacional de Finanças (IIF), formado pelos maiores bancos do mundo, com sede em Washington, divulgou que os emergentes receberam US$ 37,7 bilhões em setembro para investimentos em bolsa e renda fixa, uma recuperação após as fortes perdas de recursos registradas em agosto, que somaram US$ 13,9 bilhões, de acordo com dados preliminares divulgados.

O mercado de renda fixa dos emergentes foi o que mais atraiu os investidores, recebendo US$ 27,6 bilhões em setembro. Nas bolsas, os aportes dos estrangeiros somaram US$ 10,3 bilhões, com a grande parte direcionada para a China.

Os economistas do IIF ressaltam que o ano tem sido marcado por comportamento bastante volátil nos fluxos de capital para emergentes, ao sabor dos rumos das negociações comerciais entre China e Estados Unidos. A deterioração das conversas em maio causou saída de recursos, mesmo movimento verificado em agosto, quando ocorreu nova deterioração da relação entre as duas maiores economias do mundo. Em setembro, a sinalização de avanço nas negociações estimulou o investidor a buscar ativos de risco nos emergentes.

Entre as regiões, na renda fixa, quem mais recebeu fluxos externos foram os emergentes da Ásia (US$ 13,3 bilhões), seguidos por América Latina (US$ 6,3 bilhões). Na renda variável, a Ásia também lidera, com US$ 9 bilhões, basicamente tudo direcionado para a China.


Publicidade