Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Grupo Alimentação e Bebidas gera o maior impacto negativo no IPCA-15


postado em 24/09/2019 10:46

As famílias brasileiras gastaram 0,34% menos com alimentação em setembro, após os preços já terem recuado 0,17% em agosto, segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) divulgados nesta terça-feira, 24, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O grupo deu a maior contribuição negativa para a inflação deste mês, o equivalente a um impacto de -0,08 ponto porcentual.

O custo da alimentação no domicílio caiu 0,81% em setembro. O preço do tomate recuou 24,83%, item de maior impacto negativo sobre o IPCA-15, - 0,07 ponto porcentual.

As famílias também pagaram menos pela cenoura (-16,11%), hortaliças e verduras (-6,66%), frutas (-0,93%) e carnes (-0,38%).

Já o custo da alimentação fora do domicílio subiu 0,50% em setembro, pressionada pelos aumentos no lanche fora de casa (0,86%) e na refeição (0,31%).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade