Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

CNT pede simplificação, segurança jurídica, e não aumento da carga em reforma


postado em 11/09/2019 12:37

O presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Vander Costa, disse que a categoria espera três pontos principais da Reforma Tributária: simplificação, não aumento da carga e segurança jurídica. A CNT realiza nesta quarta-feira, 11, um fórum sobre o tema em Brasília.

Costa teceu elogios ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ressaltou sua condução dos trabalhos durante a aprovação da reforma da Previdência na Casa, disse que ele soube conduzir e entendeu que era uma medida não do atual governo, mas, sim, para os brasileiros.

Sobre Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), Costa fez um questionamento durante a abertura do evento: "Perguntamos aos parlamentares, essas propostas têm viabilidade no Congresso?".

O "Fórum O que Esperar da Reforma Tributária? Impactos das Propostas para o Transporte" vai até as 17 horas e, dentre os convidados, conta com o ex-deputado Luiz Carlos Hauly, o senador Roberto Rocha (PSDB-MA), relator da proposta de reforma tributária no Senado, e o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), relator do texto da reforma tributária na Câmara.


Publicidade