Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Eletrobras estuda mais de US$ 15 bilhões em projetos internacionais

Entre os projetos indicados pelo executivo está um de transmissão chamado Arco Norte, de 1,9 mil quilômetros de extensão e usinas hidrelétricas


postado em 23/07/2019 15:30 / atualizado em 23/07/2019 16:46

(foto: REUTERS/Pilar Olivares )
(foto: REUTERS/Pilar Olivares )

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, defendeu nesta terça-feira, 23, projetos de integração energética na América do Sul.

O executivo, que por sua posição na estatal também é presidente do Bracier, comitê brasileiro da Comissão de Integração Elétrica Regional (CIER), reforçou que a estatal estuda diferentes projetos de geração e transmissão de energia internacionais, com países como Bolívia, Argentina e também na fronteira ao norte, com investimentos que somam mais de US$ 15 bilhões.

Entre os projetos indicados pelo executivo está um de transmissão chamado Arco Norte, de 1,9 mil quilômetros de extensão e usinas hidrelétricas, incluindo aproveitamentos da Bacia do Rio Madeira com a Bolívia.

O executivo participou nesta terça do Forum AbineeTec 2019.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade