Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Tecnologias exponenciais para retomar crescimento

"A tecnologia sempre existiu, o diferente agora é a velocidade com que ela acontece", diz Jason Silva, apresentador da série de documentários Brain games


postado em 15/06/2019 04:05 / atualizado em 15/06/2019 08:00

(foto: Divulgação/evento)
(foto: Divulgação/evento)

Se você der 30 passos lineares, andará cerca de 30 metros; mas se forem trinta passos exponenciais, percorrerá mais de 1 bilhão de metros, equivalente a 26 voltas no planeta Terra. A comparação foi destacada por Jason Silva, apresentador da série de documentários Brain games, do canal de televisão National Geographic, para a plateia de mais de 1,5 mil pessoas do SingularityU Brazil Summit, realizado nesta semana, em São Paulo. "A tecnologia sempre existiu, o diferente agora é a velocidade com que ela acontece", afirmou. Se o telefone fixo levou 75 anos para alcançar 50 milhões de pessoas no mundo, o aparelho móvel gastou apenas três. As inovações surgem em intervalos de tempo cada vez menores, além de o preço dos produtos ser cada vez mais baixo.

Silva chamou a atenção ainda para três revoluções, a pleno vapor, que aceleram as transformações do mundo hoje: genética, nanotecnologia, robótica/inteligência artificial. Ele, e outros palestrantes do evento, reforçaram que as oportunidades dessa era digital são expandidas, entretanto, com a mudança de mentalidade do ser humano. “É preciso olhar para frente, ao redor e também para dentro”, defendeu John Hagel, renomado estrategista da consultoria Delloite e copresidente do Center for the Edge. “Quando converso com executivos, eles buscam gráficos que justifiquem. Mas eles não precisam só dos dados, das emoções também. As novas lideranças precisam demonstrar mais vulnerabilidade, gerar confiança, transformar medo em esperança.”

Negócios do presente – O diretor de desenvolvimento de facilitadores e professores da Singulartiy University, o cientista social Jeffrey Rogers, ressaltou que “quem vai pensar as soluções são as pessoas, a tecnologia só ajuda”. Essas soluções são os negócios do futuro, ou melhor, do presente. Como exemplo ele citou a startup americana Icon, que usa impressão 3D para construir moradias baratas em apenas um dia para a população sem-teto. “Resolver os desafios do Brasil e do mundo são as nossas maiores oportunidades”, afirmou.

Mudança de foco – Guilherme Soárez, CEO da HSM Educação Corporativa, acredita que se o brasileiro – sejam governos, instituições, empresas ou indivíduos – colocar energia para resolver problemas por meio da tecnologia, olhando a “curva exponencial”, teremos a retomada do crescimento econômico de forma mais intensa. “O Brasil investe hoje milhões em manutenção de orelhões públicos. Se canalizasse os investimentos para melhorar o acesso à banda larga, a população teria mais chance de conexões, aprendizados e até de trabalho”, exemplifica. É hora de discutir a mentalidade exponencial – de aprender, testar, prototipar, errar e começar de novo. Rápido.

"Da próxima vez que você ouvir ‘já tentamos isso, mas não deu certo’, pense duas vezes. A ideia nunca será a mesma: o mercado terá mudado, assim como as pessoas" 

Pascal Finette, empreendedor serial, responsável pelo programa de Empreendedorismo e Inovação Aberta da Singularity University


Singularity University no Brasil

É uma comunidade global de aprendizado e inovação, criada na base de pesquisa da Nasa, em parceria com o Google, no Vale do Silício (EUA), que capacita líderes com as mais modernas tecnologias para o enfrentamento de grandes problemas globais, como educação, infraestrutura, saúde, segurança, agricultura e finanças. Possui os chamados chapters, unidades que divulgam seu propósito, em cerca de 200 cidades do mundo, incluindo Belo Horizonte. Nesta semana, foi anunciada a criação de um câmpus na América Latina, que será em São Paulo, em parceria com a HSM – empresa de experiências educacionais em gestão e plataforma de conexões entre pessoas e organizações.


AGENDA

» O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) recebe até amanhã, em sua sede, em Belo Horizonte, o Global Startup Weekend Sustainable Revolution. A imersão em empreendedorismo e inovação ocorre, ao mesmo tempo, em mais de 50 localidades nos cinco continentes.

» O Itaú Unibanco oferece curso de capacitação inovador para microempreendedores, via WhatsApp. Trata-se de um projeto-piloto, que hoje contempla clientes do Microcrédito e Itaú Mulher Empreendedora, com alto potencial de expansão.
» A Endeavor, organização global e sem fins lucrativos de fomento ao empreendedorismo, abriu inscrições para o seu programa Scale-up Endeavor. Haverá uma turma sediada em Belo Horizonte. Saiba mais em: endeavor.org.br.  


Publicidade