Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Indústria de SP opera 19,3% abaixo do pico de produção de março de 2011, diz IBGE


postado em 11/06/2019 12:19

O cenário de incertezas, que vem prejudicando decisões de consumo e de investimentos, está afetando o desempenho da indústria brasileira tanto em âmbito nacional quanto regional, afirmou Bernardo Almeida, analista da Coordenação de Indústria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apesar do crescimento de 0,3% registrado na média nacional em abril ante março e do avanço na produção da indústria de São Paulo em abril ter sido o maior desde junho de 2018 (+13,8%), o parque industrial paulista ainda opera 19,3% abaixo do pico de produção alcançado em março de 2011.

Em São Paulo, maior parque industrial do País, também houve avanço em abril, de 2,4%, sucedendo uma perda de 1,1% registrada em março. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional.

"Tem incerteza sobre a conjuntura nacional. Essas incertezas dificultam a tomada de decisões, tanto de investidores quanto do consumo voltado para as famílias. A tomada de decisões cautelosas de consumo gera também decisões cautelosas sobre investimentos", apontou Bernardo Almeida.

O crescimento na produção industrial paulista em abril foi puxado pelo setor de veículos automotores. Almeida ressalta, porém, que o setor vem apresentando volatilidade, explicado pela falta de vigor da demanda doméstica e pela redução nas exportações em decorrência da crise na Argentina.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade