Publicidade

Estado de Minas

Supermercados em Minas têm crescimento de 2,10% nos quatro primeiros meses

Apesar do número positivo, o aumento no volume das vendas ficou abaixo do que havia estabelecido para o período


postado em 07/06/2019 18:53

(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

O setor supermercadista de Minas cresceu 2,10% nos quatro primeiros meses deste ano, segundo informou nesta sexta-feira a Associação Mineira de Supermercados (Amis). O número é apontado pelo termômetro de vendas, pesquisa mensal que considera empresas de todo o estado.

Considerando apenas abril, a alta em relação ao mês anterior a alta fica ainda mais expressiva, chegando a 3,21%. Apesar disso, segundo o superintendente da Amis, Antônio Claret Nametala, o número deve ser comemorado, mas, esta abaixo da expectativa.


Segundo Claret, a Páscoa foi a principal influenciadora no resultado que, apesar de positivo, ficou aquém do esperado. “O período não teve o crescimento que a gente desenhou, ficando na ordem de 4,25%, mas a projeção era de 5,6%”, afirmou. Segundo o balanço da associação, comparados os meses em que as comemorações da páscoa ocorreram em 2019 (abril) e no ano passado (maio) o resultado fica negativo em 4,93%.


“Outro fator que explica a diferença são os cinco finais de semanas em março contra quatro em abril, além dos 31 dias versus 30”, informa nota divulgada pela associação.


Apesar da desaceleração verificada principalmente em abril, o superintendente da Amis considera que o resultado foi afetado por fatores externos. “A preocupação é porque em abril houve certo desnível, considerando a economia, pela publicação das reformas e a coisa acabou se desenhando de forma diferente do que esperávamos e sentimos o descompasso”, analisa.


Apesar disso, Claret acredita que as vendas das festas juninas vão aquecer o setor e os números voltaram a coincidir com a expectativa traçada para o ano que prevê crescimento de 4%. “Para as festas juninas estamos esperando resultado melhor com vendas 2,36% maior que o ano passado. Principalmente com as vendas dos produtos específicos e das bebidas quentes”, afirmou.


Para este ano em todo o estado a previsão é de que 70 novas lojas sejam inauguradas e 7.300 novos empregos sejam criados.

Sondagem com empresas supermercadistas de todos os portes no estado, realizada pela AMIS, aponta que 66% das empresas acreditam em volume de venda similar ao de 2018. E entre as que creem em aumento de vendas, a média obtida com as respostas é de um crescimento de 2,36% sobre o período “junino” de 2018.


Publicidade