Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Crise faz empresa mudar mix de lojas e reocupar espaços


postado em 06/06/2019 11:03

Após sofrer com o aumento dos espaços vagos em seus shopping centers, a Iguatemi vai substituir marcas ou reduzir determinadas lojas, que serão "fatiadas" entre mais inquilinos. No primeiro trimestre, a Iguatemi tinha 93,7% da área bruta locável (ABL) de seus shoppings ocupados, 1 ponto porcentual a menos do que no mesmo período de 2018. "Tivemos a saída de operações que ocupavam uma área grande", diz Cristina Betts, vice-presidente de finanças e diretora de relações com investidores, referindo-se especialmente a casos como Cultura e Saraiva. Segundo a executiva, a era das "megalivrarias" está perto do fim. Agora, o segmento pode ver o espaço reduzido a um terço do tamanho original ou até sumir de vez.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade