Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

CMO suspende sessão que analisa crédito extra para reunião entre líderes


postado em 05/06/2019 11:45

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) suspendeu a sessão marcada para votar o crédito extra de R$ 248,9 bilhões que o governo solicitou ao Congresso. A reunião foi interrompida para uma tentativa de acordo entre deputados e senadores, que conversam a portas fechadas na sala da presidência do colegiado.

O presidente da CMO, Marcelo Castro (MDB-PI), afirmou que o projeto será votado nesta quarta-feira, 5, se houver acordo.

Sem consenso, disse, a votação será adiada para a próxima terça-feira, 11.

A oposição tenta derrubar a votação por meio de obstrução e exige do governo a garantia de R$ 11 bilhões para recompor orçamentos da Educação e do Minha Casa, Minha Vida, entre outros.

Não há líderes do governo no colegiado nem número suficiente de deputados e senadores para votação nominal. O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) foi um dos que defendeu a proposta do Planalto na sessão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade