Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Continuidade de crescimento da dívida bruta decorre do déficit fiscal, diz BC


postado em 31/05/2019 13:46

O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha, disse nesta sexta-feira, 31, que a continuidade de crescimento da Dívida Bruta do Governo Geral decorre do déficit fiscal do País. A Dívida Bruta do Governo Geral fechou abril aos R$ 5,479 trilhões, o que representa 78,8% do Produto Interno Bruto (PIB).

O porcentual, divulgado pelo Banco Central, é superior aos 78,5% do PIB de março.

Esse é o maior porcentual da série histórica do BC, iniciada em dezembro de 2006.

No melhor momento da série, em dezembro de 2013, a dívida bruta chegou a 51,5% do PIB.

Dívida líquida

O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central comentou também que a redução de 0,1 ponto porcentual na Dívida Líquida do Setor Público em abril - de 54,3% para 54,2% do PIB - decorreu da depreciação de 1,25% da taxa de câmbio no período.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade