Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

BC: maior inadimplência de servidor no RJ coincide com recrudescimento de crise


postado em 28/05/2019 16:12

No Rio de Janeiro, o aumento da inadimplência das parcelas em atraso, por mais de 90 dias, dos empréstimos consignados dos servidores públicos estaduais coincidiu com o período de recrudescimento da crise fiscal fluminense, que levou aos atrasos de salários de 2017 para 2018. Foi o que informou nesta terça-feira, 28, o diretor de Política Econômica do Banco Central (BC), Carlos Viana. Ele apresentou a jornalistas o Relatório de Economia Bancária (REB) de 2018, na sede regional paulista do BC.

A situação, segundo Viana, levou a um aumento da taxa de juro sobre o consignado dos servidores públicos do Rio em 3,06 pontos porcentuais e do saldo em atraso, com mais de 90 dias, em 0,16 ponto porcentual.


Publicidade