Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Onyx reitera que reforma da Previdência será aprovada ainda no 1º semestre


postado em 15/05/2019 14:03

Apesar das dificuldades que o governo enfrenta na Câmara, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, permanece otimista de que a reforma da Previdência será aprovada ainda no primeiro semestre deste ano. Para ele, a aprovação mostraria para a sociedade que a atual gestão é "firme" e "merece confiança".

"O esforço que estamos fazendo para aprovar a Nova Previdência agora, no primeiro semestre, tem uma lógica. É a lógica de que é as pessoas vão dizer 'pô, o governo é firme, o governo merece a nossa confiança, vai dar tudo certo'", defendeu o ministro em coletiva de imprensa.

Ele afirmou, ainda, que a reforma será aprovada até julho e que "é importante para o Brasil entrar no segundo semestre com essa etapa superada" devido ao número de desempregados no País, que chegam a cerca de 13 milhões.

A taxa de desemprego no Brasil subiu para 12,7% no primeiro trimestre encerrado em março, de acordo com dados do IBGE.

Segundo Onyx, a tarefa do governo nos primeiros meses é buscar medidas de simplificação e desburocratização, mas falta previsibilidade para o mercado, que só viria com a aprovação da reforma. "Para isso (previsibilidade), o equilíbrio fiscal que se obtém com a reforma garante ao investidor que o dinheiro dele está seguro", continuou.

Onyx negou que a discussão entre parlamentares sobre um eventual recuo do presidente Jair Bolsonaro nos cortes de verbas no Ministério da Educação possa atrapalhar a tramitação da reforma no Congresso. "Não. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa", disse.

Ele defendeu que "é preciso ajustar tudo aquilo que é principal e acessório para a economia, para que empregos apareçam". "Agora a gente precisa de paciência e foco."


Publicidade