Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Aprovação integral da reforma traria fôlego maior para alta do PIB, diz Schettini


postado em 24/04/2019 14:07

O coordenador-geral de Política Fiscal da Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia, Bernardo Schettini, disse que o nível da atividade econômica tem prejudicado a arrecadação desde 2015 e que o crescimento da economia e do recolhimento dos impostos depende da aprovação da reforma da Previdência. "A aprovação integral da reforma traria fôlego maior para o crescimento do PIB", afirmou.

A secretaria fez uma sondagem com os representantes do mercado que mostrou que o setor privado está em "compasso de espera" aguardando a aprovação da reforma. "A retomada do investimento privado e do emprego na economia depende de cenário mais claro para contas públicas", completou.

Com queda real de 0,58% no mês passado, o montante arrecadado (R$ 105,659 bilhões) veio 4,76% da mediana das estimativas do boletim Prisma, elaborado pela pasta.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade