Publicidade

Estado de Minas

Mercado S/A


postado em 19/02/2019 06:00 / atualizado em 19/02/2019 08:39




Foco nas reformas e choque na segurança

O presidente de uma grande construtora e observador arguto da vida nacional diz que, por enquanto, as dificuldades do início do governo não são motivo de preocupação. “Acho que a reforma da Previdência vai sair, o que já será uma grande vitória para o país”, afirma o executivo. “Bolsonaro precisa ter foco. Ele deveria apostar em duas frentes e concentrar seu governo nelas: fazer as reformas estruturais e dar um choque na segurança. Feito isso, já terá cumprido o seu papel.”  O executivo prossegue na análise. “Tenho conversado com o pessoal do exterior e todo mundo está pronto para investir no Brasil”, diz. “A turma só está esperando a reforma passar para trazer bilhões de dólares para cá.” O mercado financeiro está confiante. Há alguns dias, uma pesquisa realizada pela XP demonstrou que a convicção na aprovação das reformas segue inabalável. Segundo o estudo, 75% dos grandes investidores acreditam que a nova Previdência será aprovada pelo Congresso.

(foto: GLADYSTON RODRIGUES/EM/D.A PRESS %u2013 7/4/17)
(foto: GLADYSTON RODRIGUES/EM/D.A PRESS %u2013 7/4/17)
 

Concessão de aeroportos anima
grupo turco a estrear no Brasil

A definição do plano de concessão de doze aeroportos no Brasil, incluindo o de Recife (foto), anunciada ontem pelo presidente Jair Bolsonaro em sua conta no Twitter, deverá marcar a estreia do grupo turco TAV Airports no país. A companhia, que opera todos os principais terminais aéreos da Turquia e alguns na França, Estados Unidos e Oriente Médio, vê com bons olhos a chance de investir no mercado brasileiro, de acordo com o presidente Sani Sener. Os leilões devem render R$ 3,5 bilhões em investimentos.

RAPIDINHAS

As grifes de luxo têm contribuído com o processo de inovação no campo. A suíça Rolex, referência mundial em relógios e acessórios, produz equipamentos que ajudam a melhorar sistemas de irrigação. Uma de suas parceiras é a israelense Netafim, líder mundial em dispersores de água de alta precisão.


>>>

Para tornar os sistemas de irrigação mais eficientes, a Netafim precisava de um fornecedor capaz de produzir equipamentos que controlassem cada milímetro de água despejado nas culturas. A Rolex passou a fabricar o mecanismo, que é quatro vezes mais eficiente que os métodos tradicionais. Graças à Rolex, agricultores consomem menos água e melhoram a performance de suas lavouras.

>>>

Ainda no primeiro semestre deste ano, a companhia aérea panamenha Copa Airlines lançará um voo direto entre o país e a cidade de Foz do Iguaçu. A promessa partiu do presidente do Panamá, Juan Carlos Varela, que esteve em Foz do Iguaçu no último sábado, dia 15.

>>>

Varela se reuniu a portas fechadas com o prefeito Chico Brasileiro. De acordo com o prefeito, a abertura desta rota, que não terá escalas, vai atrair mais turistas dos Estados Unidos, México e Canadá, a um custo que poderá ser até 30% menor. A iniciativa terá apoio do governo do Paraguai.  

Bons negócios no papel
Uma das líderes brasileiras no mercado de papel higiênico, a paranaense Sepac está prestes a ser vendida para a chilena CMPC. As negociações, segundo uma fonte ligada à empresa, avançaram mais do que as tratativas com a americana Kimberly-Clark, que está disputando a concorrência. Dona das marcas Duetto e Paloma, a Sepac faturou R$ 800 milhões no ano passado e se consolidou na liderança também nos segmentos de toalhas de papel e guardanapos.

Prejuízo bilionário
na indústria cafeeira

A pujante indústria cafeeira do Brasil está em risco. Pesquisadoras do Instituto Agronômico (IAC) e do Instituto Biológico (IB) identificaram o avanço antecipado da praga conhecida como ferrugem nos cafezais de São Paulo, o que poderá reduzir a produção em até 35%. “Neste ano, a doença está muito agressiva em função do clima, com altas temperaturas e chuvas desuniformes”, diz Angelica Prela Pantano, do IAC. Os prejuízos podem passar de R$ 1,6 bilhão.

“Quem passa pelo Brasil tem um MBA completo para gerenciar um negócio em qualquer lugar do mundo”
Stefan Mihailov, diretor-geral para a América Latina da Trouw Nutrition, uma das maiores indústrias de nutrição animal do mundo


Publicidade