Publicidade

Estado de Minas

Os laços de Carlos Ghosn com o Brasil

De janeiro a setembro, o faturamento da Taurus, foi de R$ 613,6 milhões, um avanço de 17,4%


postado em 21/11/2018 06:00 / atualizado em 21/11/2018 08:55


Apesar de ter deixado muito cedo o Brasil, Carlos Ghosn, o ex-todo-poderoso da Nissan-Renault- Mitsubishi que foi preso anteontem por crimes financeiros, ainda tem fortes laços com o país. Sua irmã, Claudine Bichara de Oliveira (foto), vive no Rio de Janeiro. Formada em sociologia e com pós-graduação em Antropologia, ela é vice-presidente do Centro de Mediação da Câmara de Comércio França-Brasil. Entre seus colegas mediadores, segundo o site da CCFB, estão dois ex-medalhões do Poder Judiciário: os ex-ministros do Supremo Tribunal Federal Ellen Gracie e Joaquim Barbosa. Além disso, Carlos e Claudine chegaram a ser sócios em uma consultoria empresarial sediada no Rio. A prisão de Carlos Ghosn foi um dos assuntos mais comentados no Twitter mundial nas últimas 48 horas e deverá deixar marcas no mundo corporativo. “A era dos superpresidentes está com os dias contados”, diz o consultor Eduardo Tancinsky. “CEOs com poder demais não serão aceitos.”

6 em cada 10 consumidores brasileiros devem comprar algo durante a Black Friday, que será realizada na próxima sexta, e irão gastar em média R$ 1.146. O estudo é da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

"A competição o torna melhor sempre, mesmo que o competidor seja vitorioso"

 .Carlos Slim, empresário mexicano, dono de m império de telecomunicações e sexto homem mais rico do mundo

Na Amil, 15 minutos  de conversa  com o médico de família
Uma das propostas da nova fase da Amil é que seus clientes recorram ao médico de família, oferecido no Amil Espaço Saúde, antes de ir aos consultórios. A ideia é boa, já que esses profissionais têm um olhar mais generalista e podem fazer o encaminhamento correto. Por toda essa complexidade, são consultas que levam mais tempo. Mas, no caso da Amil, quem procura o serviço de agendamento digital logo vê que não é bem assim. As consultas são oferecidas com intervalos de apenas 15 minutos.

Aérea Joon não quer ser conhecida  como empresa de baixo custo
O grupo Air France-KLM tem pedido aos seus executivos para evitar o termo “low cost” quando se referem à divisão da empresa voltada ao público jovem, a Joon. A nova aérea, que opera voo direto entre Fortaleza e Paris, afirma não ser uma companhia de baixo custo, mas uma “marca focada em life style, design e tecnologia digital”. Segundo a empresa, a passagem aérea partindo de Fortaleza custa até 35% menos do que os bilhetes com saídas de São Paulo ou Rio de Janeiro.

Taurus avança na onda  da liberação de armas
 Com a possibilidade de liberação do porte de armas no país, a fabricante de armas Taurus cresce como nunca. De janeiro a setembro, o faturamento foi de R$ 613,6 milhões, avanço de 17,4% diante de igual período do ano passado. Segundo a empresa, o resultado positivo se deve à expansão de 73% das vendas no mercado interno. As exportações avançaram 10,4%. Com esse desempenho, a Taurus se consolida como a quarta maior fabricante de pistolas do mundo.

RAPIDINHAS

A abertura de capital do Airbnb deverá turbinar a operação brasileira da companhia. Há alguns dias, a empresa anunciou receitas de mais de US$ 1 bilhão no trimestre e elogiou o potencial de crescimento na América Latina. Analistas de mercado projetam que o IPO será em junho próximo. Atualmente, o Airbnb é avaliado em US$ 30 bilhões.
 
O mercado de franquias segue crescendo acima do ritmo de expansão da economia, com alta de 6,3% no terceiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2017. O faturamento passou de R$ 41,8 bilhões para R$ 44,4 bilhões. No acumulado de 12 meses, a expansão foi de 7%.
 
A alemã Euroimmun, maior empresa do mundo em diagnósticos laboratoriais, vai ampliar seus investimentos em tecnologias e certificações no país. De acordo com Gustavo Janaudis, CEO da operação brasileira, a empresa vai replicar por aqui os processos já adotados na Alemanha. Em 2018, a empresa inaugurou a primeira fábrica no Brasil.
 
A crise na Argentina é ótima para o turismo brasileiro. Com o dinheiro mais curto, muitos argentinos estão trocando a Europa pelas paisagens brasileiras. Segundo o site despegar.com, especializado em viagens, as vendas de pacotes para janeiro de 2019 aumentaram 140% em relação ao mesmo período de 2018. Florianópolis (foto) é o destino preferido.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade