Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Kuroda, do Banco do Japão (BoJ), critica predecessor por visão sobre deflação


postado em 19/11/2018 04:35

Embora seja o presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) há cinco anos e meio, Haruhiko Kuroda ainda critica seu predecessor, Masaaki Shirakawa, que alega em livro recém-lançado que a deflação não é uma causa fundamental do baixo crescimento econômico.

"O BoJ - ou qualquer banco central - é responsável por conquistar a estabilidade dos preços no médio e longo prazos", afirmou Kuroda nesta segunda-feira, durante discurso em Tóquio.

Visto que o Japão enfrentou preços em queda por anos seguidos, "acho que isso significa que, entre 1998 e 2013, a política monetária (do BoJ) fracassou em manter a estabilidade (dos preços)", acrescentou Kuroda. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade