Publicidade

Estado de Minas

Fora da Caixa - Internet das coisas (e dos serviços)


postado em 17/11/2018 06:00 / atualizado em 17/11/2018 15:40

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)

A Internet das Coisas (Internet of Things, ou IoT, na sigla em inglês) é um conceito que dispõe que a maioria dos dispositivos que usamos diariamente está conectada entre si e pela Internet. Não é necessariamente uma nova internet, mas é uma forma diferente de usá-la, sem tanta intervenção humana. Pode nos oferecer insights importantíssimos ao, por exemplo, criar veículos sem condutor que processam informações ambientais para tomar decisões imediatas e evitar acidentes. É um termo criado em 1999 pelo britânico Kevin Ashton e que vem se popularizando com a veloz e intensa conexão entre nossos mundos físico e digital – o que muda drasticamente a forma como os consumidores interagem com os seus carros, casas e eletrodomésticos.


Já a Internet dos Serviços (IoS) é, de forma ampla, a geração de serviços atrelados à Internet das Coisas. Partindo da premissa básica de que a IoT envolve comunicação constante entre máquinas e máquinas e entre máquinas e humanos, quanto mais inteligente fica a “coisa”, ou seja, o produto, mais as empresas podem atrelar um serviço a ela, agregando mais valor ao usuário final. Na prática: uma empresa comercializa elevadores com sensores que enviam dados para a nuvem e essas informações são analisadas em tempo real. Assim, essa mesma empresa, adicionalmente, tem condições de oferecer um pacote de serviços de manutenção preditiva.

"O consumidor está no comando. É preciso empatia para entender as interações, além da capacidade de adaptação"

Fiamma Zarife, diretora geral do Twitter no Brasil, durante o Futurecom

O Hubble é um novo espaço que abrigará startups (empresa de base tecnológica com produto escalável) em Belo Horizonte, no caso, aquelas voltadas para soluções financeiras e de softwares de gerenciamento. É uma iniciativa do Bando de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) em parceria com a NXTP.Labs, fundo de venture capital early stage (capital de risco). Até o dia 25, no site hubblehub.com.br, estão abertas inscrições para a seleção de 15 empreendedores que poderão participar de um programa de tração com início previsto para janeiro.



453
Número de startups da área financeira em operação hoje no Brasil, segundo o Radar FintechLab

Programe-se

» O 1º Circuito do Empreendedorismo Feminino, idealizado pela plataforma de negócios She’s The Boss, discutirá os papéis da mulher e os arquétipos de liderança necessários na nova economia. Serão três eventos ao nesta segunda-feira, conduzidos em parceria com o Conselho Empresarial da Mulher Empreendedora da ACMinas e o Órbi Conecta. Saiba mais informações no site shestheboss.com.br.

» O Re.Org Talks #1, organizado pelo laboratório de experiências Re.Org Inova, promove debate sobre o livro “Reinventando as Organizações”, de Frederico Laloux. Entre os convidados estão Max Nolan Shen, especialista em trabalho em rede; Eduardo Montenegro, hacker de cultura organizacional, e Joana Mello, cofundadora da editora Voo. O encontro será nesta quarta-feira, às 19h, no restaurante A Central (Praça Rui Barbosa, 104, Centro, BH).

» Belo Horizonte será a sede do StartupCity Summit Latin America, durante o FINIT Festival, que será realizado em diferentes pontos da cidade até o dia 28. Gestores públicos, CEOs de programas de startups, diretores de agências de investimentos, líderes de incubadoras, aceleradoras e parques tecnológicos compartilharam experiências. Informações: bit.ly/sucitylatam2018.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade