Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Ministro italiano nega revisão na meta de crescimento para 2019


postado em 13/11/2018 10:43

O ministro da Economia da Itália, Giovanni Tria, negou nesta terça-feira que o país pretenda revisar sua meta de crescimento econômico no plano orçamentário de 2019, como foi noticiado mais cedo pela mídia italiana.

"A taxa de crescimento não é negociável", afirmou Tria em comunicado. Projeções de crescimento refletem "uma avaliação técnica" e não estão sujeitas a "quaisquer negociações, dentro ou fora do governo", acrescentou o ministro.

Pela proposta orçamentária, Roma prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) italiano crescerá 1,5% em 2019. A União Europeia projeta expansão menor da Itália no próximo ano, de 1,2%.

Hoje, vence o prazo concedido à Itália pela UE para apresentar uma nova versão de seu Orçamento para 2019. No plano original, o governo italiano pretende buscar no ano que vem um déficit fiscal equivalente a 2,4% do PIB, nível considerado muito elevado pela Comissão Europeia, como é conhecido o braço executivo da UE.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade