Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

BNDES aprova R$ 619 milhões para parques eólicos da Copel no Rio Grande do Norte


postado em 01/10/2018 17:19

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta segunda-feira, 1, a aprovação de R$ 619,4 milhões para a implantação de 13 parques eólicos no Rio Grande do Norte, um empreendimento da Cutia Empreendimentos Eólicos, controlada pela Copel. No total, serão instalados 149 aerogeradores, informou o banco de fomento.

Segundo o BNDES, os parques terão capacidade de geração instalada de 312,9 megawatts (MW), energia suficiente para abastecer cerca de 570 mil residências. Serão implantadas duas unidades, o Complexo Eólico Cutia e o Complexo Eólico Bento Miguel, a serem instalados em Pedra Grande e São Bento do Norte, no Rio Grande do Norte.

Ainda conforme informou o BNDES, o investimento total da empresa nos dois complexos é de R$ 2 bilhões. Desta forma, o empréstimo do BNDES corresponderá a cerca de 30% do total. Para completar o financiamento do investimento, a empresa fará uma emissão pública de debêntures de infraestrutura.

O BNDES destacou ainda o impacto socioeconômico do projeto, pois os municípios são pobres, e os investimentos contribuirão para o desenvolvimento local, por meio da arrecadação de ISS pelas prefeituras e da geração de renda para proprietários de pequenos lotes que serão arrendados para a instalação das torres eólicas. O BNDES estima que durante as obras sejam criados 710 empregos diretos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade