Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Ageo leva terminal em Santos por R$ 210 mi em leilão de área de portos na B3


postado em 28/09/2018 12:19

A Ageo venceu nesta sexta-feira, 28, a disputa pelo arrendamento de uma área no porto de Santos (SP) voltada à movimentação e armazenagem de granéis líquidos combustíveis. Em leilão na B3, em São Paulo, a empresa propôs uma outorga de R$ 210 milhões pela área, denominada "STS 13". O valor mínimo a ser oferecido era de R$ 1,00.

A disputa pela área foi para viva-voz, já que três empresas apresentaram lances pelo ativo na última quarta-feira, quando a B3 recebeu os envelopes.

A Granel Química, que atualmente ocupa a área, havia oferecido R$ 142 milhões pela área e a outra proponente, a Cattalini Terminais Marítimos, ofertou R$ 20 milhões. No leilão viva-voz, a Granel subiu o lance para R$ 202 milhões, mas ainda ficou abaixo dos R$ 210 milhões ofertados pela Ageo.

A área leiloada está localizada na Ilha Barnabé, na margem esquerda do Porto de Santos. Conectado a rodovia e cais, o terminal serve como instalação de armazenagem de uso misto, com 99 tanques pressurizados para produtos químicos, etanol e derivados de petróleo.

Com prazo de 25 anos (prorrogável por até 70 anos), o contrato alcança um valor global de R$ 1,3 bilhão. O futuro arrendatário deverá investir R$ 198,2 milhões na área.

Mais cedo, a comissão da B3 avisou que outro terminal que seria leiloado pela Agência Nacional de Transportes Aquáticos (Antaq) pela manhã não recebeu propostas. A área que não atraiu interessados fica no porto de Santana (AP) e é dedicada à movimentação e armazenagem de cavaco de madeira.

Ainda pela manhã, a Companhia Docas do Pará (CDP) ofereceu a cessão de uso onerosa de uma área dentro do Terminal Petroquímico de Miramar, no porto de Belém (PA), voltada à movimentação e armazenagem de gás liquefeito de petróleo (GLP).

Levou a área, com uma outorga de R$ 1,01, a Nacional Gás Butano Distribuidora Ltda, que já explora o local atualmente e foi a única a oferecer proposta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade