Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Presidente do Fed de Dallas 'entende' dureza com China


postado em 08/09/2018 09:53

O presidente da distrital de Dallas do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Robert Kaplan, disse na sexta-feira, 7, que é compreensível que os Estados Unidos estejam assumindo uma linha dura em suas relações comerciais com a China. O dirigente afirmou ter esperanças de acordos comerciais modernizados com o Canadá e o México, mas ressaltou que os problemas dos EUA com a China precisam ser resolvidos.

Discursando em um evento no Fed de Dallas, Kaplan se recusou a comentar sobre os movimentos do governo de Donald Trump visando reduzir a disparidade comercial com Pequim, mas afirmou que há questões reais em jogo entre os EUA e a China e, "se houver uma briga a ser travada, essa é a luta certa".

Kaplan também disse que o Fed de Dallas espera ver um crescimento econômico de 3% este ano antes da atividade esfriar no ano seguinte. Ele também afirmou que "nós temos um mercado de trabalho muito aperto" e comentou que espera que a taxa de desemprego de 3,9% dos EUA caia ainda mais.

O dirigente também sinalizou que espera ver salários mais altos para os trabalhadores americanos. Fonte: Dow Jones Newswires As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade