Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Greve dos caminhoneiros influenciou revisão do PIB, diz IBGE


postado em 31/08/2018 10:40

A greve nos caminhoneiros teve influência sobre a revisão nos dados recentes da série histórica do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro com ajuste sazonal, informou nesta sexta-feira, 31, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis, explicou que houve uma revisão maior da variação do PIB do primeiro trimestre do ano em relação ao quarto trimestre de 2017 porque a série com ajuste sazonal (trimestre contra trimestre imediatamente anterior) é construída com base em modelo matemático, que considera, entre outros fatores, a tendência verificada nos períodos anteriores.

Assim, quando há um evento atípico, que eventualmente inverta a tendência, como foi o caso da greve dos caminhoneiros, no segundo trimestre, o modelo pode levar a uma revisão maior. "A revisão foi maior porque o modelo não tem como prever a greve dos caminhoneiros", disse Rebeca.

Com isso, a alta do PIB no primeiro trimestre de 2018 em relação aos três últimos meses de 2017 passou de 0,4% para apenas 0,1%. O órgão também revisou a taxa do PIB do quarto trimestre de 2017 ante o terceiro trimestre de 2017, de 0,2% para estabilidade (0,0%). A taxa do terceiro trimestre de 2017 ante o segundo trimestre de 2017 foi revista de 0,3% para 0,6%, enquanto o resultado do segundo trimestre de 2017 ante o primeiro trimestre de 2017 passou de 0,6% para 0,4%.

Para Rebeca, é importante observar a taxa interanual para entender a tendência. Nos últimos quatro trimestres, a alta acumulada do PIB foi de 1,4% em relação aos quatro trimestres anteriores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade