Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Empresas alemãs se voltam para longe dos EUA em meio à disputa comercial com UE


postado em 28/08/2018 14:56

Os Estados Unidos são um local de investimentos menos atrativo para empresas alemãs desde o começo da disputa comercial do país Donald Trump com a União Europeia, de acordo com um levantamento da Câmara Americana de Comércio na Alemanha.

Para o presidente da AmCham Germany, Frank Sportolari, os resultados do levantamento são um sinal de alerta. "Companhias precisam de confiabilidade, transparência e, acima de tudo, uma rota traçada para resolver a disputa comercial", ele afirma.

Quase 20% das firmas afiliadas à AmCham ouvidas na consulta disseram ter cortado planos de investimento nos EUA desde o início da rixa no comércio euro-americano. Cerca de 70% de todas as empresas consultadas apontaram não acreditar que a recente reunião entre Trump e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, levará a qualquer ruptura positiva substancial. (Dow Jones Newswires)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade