Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Kudlow diz que Casa Branca avalia se pesquisas do Google deveriam ser reguladas


postado em 28/08/2018 13:51

Principal assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow afirmou nesta terça-feira que o governo dos Estados Unidos está "avaliando" se as pesquisas do Google deveriam ser reguladas. A declaração foi dada horas após o presidente americano, Donald Trump, reclamar no Twitter dos resultados na busca por notícias com seu nome.

Nem Trump nem Kudlow citaram medidas específicas que poderiam ser tomadas para resolver a suposta injustiça do Google nas pesquisas. "Nós manteremos vocês informados", disse apenas Kudlow, em breve declaração.

Um porta-voz do Google negou que as buscas tenham qualquer agenda política ou um viés em prol de qualquer ideologia. "Nós continuamente trabalhamos para melhorar a pesquisa do Google e nunca listamos os resultados para manipular o sentimento político", afirmou o porta-voz.

Às 13h48 (de Brasília), a ação do Google recuava 0,38%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade