Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Em segundo dia de esforço concentrado, Câmara fica esvaziada


postado em 08/08/2018 16:10

No segundo dia do chamado esforço concentrado, a Câmara dos Deputados ficou esvaziada. Em clima de campanha eleitoral, os parlamentares até registraram presença mas poucos ficaram na Casa ao longo do dia.

A sessão deliberativa do plenário, por exemplo, foi cancelada no início da tarde desta quarta-feira, 8, por falta de quórum, assim como as principais comissões que tinham reuniões agendadas.

A comissão que deveria analisar o parecer sobre o projeto de lei que põe fim aos chamados "penduricalhos" na remuneração dos servidores não conseguiu iniciar a sessão por falta de quórum. Apesar de os deputados do colegiado estarem na Casa, apenas seis registraram presença na comissão, número insuficiente para que a reunião fosse aberta.

De acordo com integrantes do colegiado, a votação da matéria só deve acontecer após as eleições porque o tema é caro aos deputados em época eleitoral. Servidores públicos pressionam contra a proposta.

O Conselho de Ética, que deveria se reunir para analisar os casos dos deputados Nelson Meurer (PP-PR) e Laerte Bessa (PR-DF), também não conseguiu reunir o número mínimo necessário de parlamentares para iniciar a reunião.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade