Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Moreira Franco: subsídio ao diesel é com Casa Civil, Fazenda e Transportes


postado em 30/07/2018 16:10

O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, não soube informar o que vai acontecer com o preço do diesel a partir desta terça-feira, 31, quando se encerra o prazo do segundo ciclo da subvenção econômica à comercialização de óleo diesel. Segundo o ministro, o processo está sendo conduzido por outros poderes:

"Isso aí eu não sei, o Ministério de Minas e Energia não cuida exatamente desse processo, ele foi conduzido pelo Ministério da Fazenda, pela Casa Civil e o Ministério dos Transportes, que são as três áreas do governo que estão vinculadas diretamente a essa questão", disse após assinar autorização para construção de uma termelétrica no Porto do Açu, no norte Fluminense.

"Creio que, coordenados pela Casa Civil, esses problemas já estão sendo enfrentados e vai se ter uma solução que seja uma solução adequada e negociada como foi", completou, afirmando que ainda tem 24 horas até o fim do prazo e uma solução será anunciada.

Para acabar com a greve dos caminhoneiros, o governo editou em 30 de maio uma Medida Provisória para conceder subsídio ao preço do combustível até 31 de julho de 2018, mas afirmou que iria prorrogar o benefício até 31 de dezembro deste ano. Para estender o prazo, no entanto, o governo teria que editar um decreto regulamentando o novo prazo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade