Publicidade

Estado de Minas

OMC já é possível perceber impacto do aumento nas tensões comerciais


postado em 20/07/2018 13:42

São Paulo, 20 - O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, Roberto Azevêdo, afirmou nesta sexta-feira que as tensões comerciais globais estão altas devido à proliferação de medidas restritivas ao comércio entre os membros da organização, com o anúncio de novas tarifas cobrindo potencialmente bilhões de dólares em comércio. "O risco de uma escalada adicional representa um desafio significativo para o sistema e já estamos vendo o impacto disso", comentou.

Em discurso realizado em Genebra, Azevêdo afirmou que, recentemente, a OMC relatou um aumento de novas medidas restritivas ao comércio entre os países do G-20. "Isso é muito preocupante", na avaliação do diretor-geral da OMC tendo em vista que, se o sistema de comércio cair, "as consequências poderiam ser dramáticas".

"Todo mundo perde em uma guerra comercial e as economias menores poderiam perder mais porque não têm recursos para lidar com o caos resultante das disputas", apontou Azevêdo. Para evitar esse cenário, ele pediu, durante seu discurso, que todos os membros da OMC se pronunciem em apoio a um sistema comercial multilateral mais fortes.

Nos últimos dias, houve uma escalada nas tensões comerciais envolvendo, principalmente, os Estados Unidos. Em entrevista à rede de TV americana CNBC, o presidente Donald Trump afirmou que pode impor barreiras ao total de US$ 505 bilhões em produtos chineses. Além disso, nos últimos dias, o líder americano vem ameaçando impor tarifas sobre veículos e autopeças importados, visando afetar, principalmente, automóveis europeus.

(Victor Rezende)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade