Publicidade

Estado de Minas

Presidente turco passará a nomear chefe do banco central


postado em 10/07/2018 08:00

Istambul, 10 - O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ampliou hoje sua influência sobre a política monetária do país, como havia prometido durante a campanha eleitoral, ao emitir novas regras que lhe dão autoridade para nomear o presidente do banco central do país.

Um decreto presidencial publicado na edição desta terça-feira do diário oficial da Turquia estipula que Erdogan indicará não apenas o presidente do banco central, como também seus vices e os integrantes do comitê de política monetária para mandatos de quatro anos. Anteriormente, o mandato do presidente do BC turco era de cinco anos.

Ontem, Erdogan iniciou um novo mandato presidencial de cinco anos, após ter sido reeleito no fim de junho, nomeando Berat Albayrak, seu genro, para o cargo de ministro do Tesouro e de Finanças.

Ainda não está claro se o decreto de hoje afeta o atual presidente do BC turco, Murat Cetinkaya, cujo mandato vai até 2021. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade