Publicidade

Estado de Minas

ANP calcula que leilão da cessão onerosa trará investimentos de US$ 102 bi


postado em 05/07/2018 18:36

Rio, 05 - O diretor geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone, calcula em pelo menos US$ 102 bilhões (R$ 400 bilhões) os investimentos que podem chegar ao País se o governo conseguir realizar o leilão do excedente da cessão onerosa, previsto para 29 de novembro.

Ele havia informado mais cedo que a área do excedente da cessão onerosa pode ter reservas de até 15 bilhões de barris de petróleo, mas que trabalha com uma possível oferta de 10 bilhões de barris. Para esse volume, Oddone avaliou que serão necessárias 17 plataformas, ao custo de US$ 6 bilhões cada sistema de produção, que envolve plataforma e estrutura submarina.

A realização do leilão do excedente da cessão onerosa - um volume a mais do que os 5 bilhões e barris cedidos pelo governo à Petrobras em 2010 em troca de ações da empresa - ganhou força depois que o Tribunal de Contas da União (TCU) flexibilizou esta semana uma regra que exigia informações 150 dias antes do leilão. A exigência terá que ser cumprida somente em 2019, permitindo uma oferta que pode render ao governo, apenas de bônus de assinatura, R$ 100 bilhões segundo estimativas da ANP.

(Denise Luna)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade