Publicidade

Estado de Minas

Aloysio: Brasil anda com cautela em meio à guerra comercial entre EUA e China


postado em 29/06/2018 12:06

Rio, 29 - O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, destacou nesta sexta-feira, 29, que a exacerbação do discurso do presidente norte-americano, Donald Trump, e a recente guerra comercial com a China tornou possível para o Brasil negociar acordos comerciais com outros blocos, como a União Europeia e países da Ásia, por exemplo.

Segundo ele, a configuração do País abre espaço para negociação com diferentes interlocutores. "Isso nos permite andar com cautela em meio a essas placas tectônicas", disse, citando a retomada do diálogo com países da África.

O ministro ressaltou a possibilidade de fechar um acordo que não seja tão ambicioso com a UE, mas que pelo menos seja semelhante ao que foi firmado pelos europeus com México e Canadá. "O acordo está indo, mas é difícil fechar porque a União Europeia é um bicho esquisito. A gente negocia com o bloco, mas tem que atender aos interesses individuais dos vários países", completou.

Ele destacou as conversas que estão sendo feitas como países como Coreia do Sul, Cingapura e Vietnã, que têm forte dependência da China, e querem reverter esse quadro. "Abrimos uma nova frente de negociação com a Ásia. Eles são muito dependentes, mas também não querem depender mais. Nós também estamos. Temos uma pauta de três ou quatro produtos (para a China) e aí, quando surge um problema com o frango, Santa Catarina para", disse.

(Renata Batista)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade