Publicidade

Estado de Minas

Temer sanciona lei sobre fiscalização de produtos artesanais de origem animal


postado em 14/06/2018 19:54

Brasília, 14 - O presidente Michel Temer sancionou, nesta quinta-feira, 14, uma lei que tira a fiscalização de produtos artesanais de origem animal, como queijos e salames, do Ministério da Agricultura e passa para os Estados. A decisão vale apenas para casos de vendas interestaduais.

"É permitida a comercialização interestadual de produtos alimentícios produzidos de forma artesanal, com características e métodos tradicionais ou regionais próprios, empregadas as boas práticas agropecuárias e de fabricação, desde que submetidos à fiscalização de órgãos de saúde pública dos Estados e do Distrito Federal", diz trecho da lei.

A legislação anterior previa que os produtos artesanais de origem animal poderiam ser vendidos com o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF), do Ministério da Agricultura. Agora, o texto sancionado estabelece a substituição do SIF pelo selo Arte, que ainda terá que ser regulamentado.

Temer vetou um trecho do projeto que autorizava a comercialização dos produtos artesanais logo após a sanção. Desta forma, será preciso esperar a regulamentação do selo, que deverá ter como base parecer do Ministério da Saúde e do Ministério do Meio Ambiente.

(Julia Lindner e Felipe Frazão)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade