Publicidade

Estado de Minas

Com demissão de Parente, petroleiros suspendem greve em Minas

A informação da saída do presidente da estatal foi divulgada no momento em que os trabalhadores faziam uma assembleia para definir os rumos do movimento.


postado em 01/06/2018 12:12 / atualizado em 01/06/2018 12:59

(foto: Reprodução/ Facebook Sindipetro)
(foto: Reprodução/ Facebook Sindipetro)

Diante da notícia do pedido de demissão do presidente da Petrobras, Pedro Parente, o Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro-MG) decidiu suspender a greve da categoria no estado. A informação da saída de Parente foi divulgada no momento em que os trabalhadores faziam uma assembleia para definir os rumos do movimento.

Um vídeo divulgado nas redes sociais do sindicato registra o momento em que os petroleiros receberam a notícia de que o presidente da estatal havia deixado o cargo. A informação deixou eufóricos todos que participavam da reunião sobre a paralisação, que celebraram aos gritos de 'Fora, Parente'.

De acordo com a assessoria de comunicação do Sindipetro-MG, a categoria optou por suspender a greve porque a demissão de Pedro Parente, que era a primeira reivindicação dos petroleiros, foi atendida.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade