Publicidade

Estado de Minas

Iata: transporte aéreo de carga tem ligeira recuperação em abril


postado em 30/05/2018 15:48

São Paulo, 30 - A demanda mundial por transporte aéreo de cargas, medida em toneladas-quilômetro (FTK, na sigla em inglês), aumentou 4,1% em abril ante igual mês de 2017, informou a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês). O desempenho do indicador revela uma ligeira recuperação frente à desaceleração vista no mês anterior - o crescimento de 1,8% em março representou a menor taxa em 22 meses.

Já a oferta global por transporte aéreo de cargas, apurada em toneladas-quilômetro disponíveis (AFTK, na sigla em inglês), subiu 5,1% na base anual em abril.

A associação destaca que o ritmo de crescimento da demanda é significativamente mais lento do que o visto na maior parte de 2017, refletindo, em parte, o fim do ciclo de reabastecimento de estoques pelo mundo. Os drivers da demanda do segmento - como o índice de gerentes de compras (PMI) para manufaturas e pedidos para exportação - já têm se afastado dos níveis observados no ano passado.

"Continuamos cautelosamente otimistas de que a demanda crescerá em torno de 4% neste ano. Mas há um indicativo crescente de viés baixista para essa projeção. Os preços do petróleo continuam a aumentar, assim como o discurso protecionista", escreve o diretor presidente da Iata, Alexandre de Juniac.

Na abertura por regiões, todas mostraram aumento da demanda global por transporte aéreo de carga durante o mês de abril. Na América Latina, o indicador cresceu 10,6%, enquanto a capacidade caiu 4,6%, ambas as comparações na base anual. De acordo com a Iata, o movimento de retomada nos últimos 18 meses reflete os sinais de recuperação no Brasil, maior economia da região.

(Letícia Fucuchima)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade