Publicidade

Estado de Minas

Outras medidas de ajuste fiscal precisam ser feitas, diz Jucá


postado em 06/02/2018 13:48

São Paulo, 06 - O senador Romero Jucá (MDB-RR), líder do governo no Senado, sinalizou nesta terça-feira, 6, alguns projetos que devem ser pautados pelo governo Temer no Congresso Nacional ao longo do ano e acenou a possibilidade de novas medidas fiscais serem adotadas. "Outras medidas de ajuste fiscal precisam ser feitas. O governo está preparando uma agenda", escreveu o parlamentar na sua página oficial no Twitter.

Na última sexta-feira, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciou o bloqueio de R$ 16,2 bilhões do orçamento federal, dos quais R$ 8 bilhões serão contingenciados e R$ 8,2 bilhões serão, como explicou o próprio ministro, "remanejados" entre ministérios após autorização do congresso.

O parlamentar roraimense citou ainda outras medidas no campo econômico a serem apreciadas, incluindo um projeto de sua autoria sobre a independência do Banco Central "com duplo mandato". "Acredito que, em 2018, temos questões para votar como a Lei Geral das Telecomunicações, a securitização das dívidas e as dívidas dos Estados", afirmou. "Também a simplificação tributária, inúmeras MPs na Câmara dos Deputados e em comissões mistas."

Diante da pressão de sindicatos pela retomada da cobrança compulsória do imposto sindical, Jucá refutou a possibilidade. "Há ainda a MP da reforma trabalhista. Há compromisso em não trazer de novo o imposto sindical mesmo que surjam emendas", escreveu o senador.

(Caio Rinaldi)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade