Publicidade

Estado de Minas

No Rio, Meirelles exalta desaceleração da inflação desde que assumiu cargo


postado em 02/02/2018 14:18

Rio, 02 - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, comparou nesta sexta-feira, 2, os indicadores econômicos de quando assumiu o cargo, em maio de 2016, e no momento atual, após dizer que o Brasil está vivendo um momento significativo, com a saída da "maior recessão da história do País".

Na comparação, Meirelles citou a inflação. Segundo ele, a inflação em 12 meses pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) até maio de 2016 era 9,3%, hoje, é 2,95%, a menor desde 1998.

"A inflação medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), mais relevante para as classes de renda mais baixa, é a menor da história brasileira", afirmou o ministro, em palestra durante o Almoço do Empresário, promovido pela Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

Meirelles citou ainda o nível de juros (14,25% em maio de 2016 e 7,0% agora) e o crescimento econômico. Segundo ele, em maio de 2016, o Produto Interno Bruto (PIB) acumulava queda de 5,4% em 12 meses. Agora, segundo Meirelles, o avanço nos indicadores de confiança apontam para a continuidade do crescimento econômico até dezembro de 2018.

Em outro trecho da palestra, ele reafirmou a projeção do Ministério da Fazenda, de alta de 3,0% no PIB neste ano.

"Isso é resultado de uma agenda de reformas muito importante, muito profunda feita por este governo", disse Meirelles.

(Daniela Amorim e Vinicius Neder)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade