Publicidade

Estado de Minas

IBGE: 16 entre 24 atividades têm aumentos de preços no IPP de dezembro


postado em 30/01/2018 11:30

Rio, 30 - Os reajustes nos preços das indústrias extrativas, refino de petróleo e produtos de álcool, metalurgia e outros produtos químicos puxaram a alta de 0,46% registrada pelo Índice de Preços ao Produtor (IPP) de dezembro do ano passado, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira, 30.

Entre as 24 atividades industriais pesquisadas no IPP, 16 apresentaram variações positivas em dezembro. As três maiores taxas foram registradas pelas indústrias extrativas (4,59%), madeira (1,38%) e máquinas, aparelhos e materiais elétricos (1,24%).

A maior queda ocorreu na confecção de artigos do vestuário e acessórios (-4,44%).

"Foram as promoções de fim de ano", explicou Manuel Campos, analista do IPP na Coordenação de Indústria do IBGE.

Em termos de influência, os maiores impactos para a taxa do IPP do mês partiram das indústrias extrativas (0,17 ponto porcentual), refino de petróleo e produtos de álcool (0,09 ponto porcentual), metalurgia (0,06 ponto porcentual) e outros produtos químicos (0,05 ponto porcentual).

(Daniela Amorim)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade