Publicidade

Estado de Minas

México quer manter Nafta como acordo trilateral, diz ministro de Finanças


postado em 24/01/2018 10:12

Davos, 24 - O possível colapso do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês) não resultaria num pacto alternativo que excluísse os EUA, como aconteceu com a Parceria Transpacífico, afirmou hoje o ministro de Finanças do México, José Antonio González Anaya.

Falando à CNBC de Davos, onde participa do Fórum Econômico Mundial, Anaya disse que o México deseja manter o Nafta como um acordo trilateral e que o "cenário central" é um bom acordo para os participantes do Nafta, ou seja, EUA, Canadá e México.

Ontem, 11 países da Orla do Pacífico anunciaram ter fechado a Parceria Transpacífico para promover o livre comércio na região, sem a participação dos EUA, que se retiraram do acordo no começo do ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade