Publicidade

Estado de Minas

Meirelles: vimos efeitos positivos da aprovação da Lei das Estatais na Caixa


postado em 22/01/2018 01:54

Brasília, 22, 22 - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que o afastamento de quatro vice-presidentes da Caixa Econômica Federal na terça-feira, 16, por suspeitas de irregularidades, foi um "efeito positivo" da aprovação da Lei das Estatais. Um dos objetivos da norma é coibir a ingerência política nas empresas públicas. O banco só adequou seu estatuto à lei na sexta-feira, 19, e mesmo assim políticos continuam pressionando para manter as indicações.

"Vimos efeitos positivos da aprovação da Lei das Estatais na Caixa", disse Meirelles em entrevista ao programa Canal Livre, da TV Bandeirantes, gravada na quinta-feira, 18, e exibida no início desta segunda-feira, 22.

O ministro falou sobre a Caixa quando enumerou as reformas feitas pelo governo Michel Temer, mas não fez nenhuma referência ao fato de que as indicações políticas partiram de aliados do presidente.

"Este governo está fazendo uma série profunda, importante e inédita de reformas na economia", afirmou. Meirelles citou como exemplo a criação do teto de gastos, que está, segundo ele, fazendo os gastos em relação ao PIB recuarem e dando a confiança de que o governo será solvente e pagará suas contas no futuro. Outros benefícios da medida foram a redução de inflação e a queda dos juros, mencionou o ministro.

Meirelles também mencionou a recuperação no mercado de trabalho. Segundo ele, a expectativa é de que sejam criadas 2,5 milhões de novas vagas em 2018.

(Idiana Tomazelli)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade