Publicidade

Estado de Minas

Polícia Federal prende mulher de 62 anos por tentativa de fraude ao INSS em Minas

A requerente vai responder pela prática do crime de tentativa de estelionato em detrimento da Previdência Social


postado em 24/07/2014 16:42

A Polícia Federal em Minas Gerais prendeu em flagrante, na manhã desta quinta-feira, uma senhora de 62 anos, que tentava obter um benefício previdenciário, com documentos falsos. A requerente vai responder pela prática do crime de tentativa de estelionato em detrimento da Previdência Social, com pena que varia de um ano e quatro meses a seis anos e oito meses de prisão, reduzida de 1/3 a 2/3, em razão da forma tentada.



Entenda o caso

A mulher já havia requerido aposentadoria por tempo de serviço em dezembro de 2008, negada por insuficiência de tempo de contribuição. Em janeiro de 2014, ela voltou a procurar o INSS, requerendo aposentadoria por idade, tendo apresentado, porém, declarações falsas em nome da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão do Governo de Minas Gerais (Seplag), com o respectivo tempo de serviço majorado.

Quando da análise dos documentos, a fraude foi descoberta pelo INSS, sendo o segundo pleito também indeferido. Hoje, a senhora retornou ao INSS, apresentando novo pedido, embasado pelos mesmos documentos falsificados de outrora, sendo presa em flagrante.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade