Publicidade

Estado de Minas

Mudança cultural e social acelera o crescimento do mercado de animais de estimação


postado em 21/10/2012 10:08

Sócia-proprietária da Pet Cães e Cia, Janaina Giovannini destaca preços mais baixos e comodidade na compra pela internet(foto: Maria Tereza Correia/EM DA Press)
Sócia-proprietária da Pet Cães e Cia, Janaina Giovannini destaca preços mais baixos e comodidade na compra pela internet (foto: Maria Tereza Correia/EM DA Press)
O Brasil, estima a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), tem mais de 30 mil pet shops em todo os país. Só em Minas, de acordo com a Junta Comercial, são 2.205 estabelecimentos, 192% mais que cinco anos atrás. Isso sem considerar clínicas veterinárias, que somam 1.124 negócios. O crescimento é vertiginoso e está ligado ao aquecimento da economia.

De acordo com o presidente-executivo da Abinpet, José Edson Galvão de França, até 2010 o Brasil tinha o sexto faturamento mundial do mercado pet. O lugar que ocupa hoje era do Japão, atualmente empatado com o Brasil, mesmo tendo 10 vezes menos animais. A explicação está na renda e em uma cultura já acostumada a investir nos bichinhos, seja em alimentação, cuidados ou mimos.

“Chegamos ao segundo lugar, ou quarto se considerar não só cães e gatos, exatamente quando melhorou a renda. Esse público não só tem mais animais em casa, mas, principalmente, tem cuidado melhor deles.” Dados do Ibope Inteligência mostram que a classe B é a que mais gasta, seguida da C.

O mercado de pets conta hoje com um contigente enorme de animais que 10 anos atrás não eram tratados. “Hoje, mais animais são considerados de estimação. Muitas famílias não tinham, antes, condições de tratar um animal como parte da família, o que exige mais cuidados. Há ainda uma mudança social em curso no país. As pessoas vivem mais e muitos idosos escolhem animais como companhia. Sem contar no advento das terapias assistidas por animais”, acredita.

E não é preciso ir a um pet shop para comprar o mais indispensável dos produtos para animais: a ração. O Brasil tem hoje mais de 87 mil pontos de venda de produtos pet: agropecuárias, supermercados e farmácias. A compra virtual ainda é embrionária. Segundo o presidente da Abinpet, o segmento ainda não aderiu totalmente ao comércio on-line, mas ele é uma tendência. Estoque e logística devem ser o foco de quem investe na área.

Segundo Janaina Giovannini, sócia-proprietária da Pet Cães e Cia, com duas lojas físicas na região da Pampulha e uma loja virtual , o consumidor mineiro ainda é desconfiado na hora de comprar pela internet. No site www.petcaesecia.com.br estão disponíveis cerca de 1.200 itens com vantagens que vão de preço diferenciado, melhores opções de pagamento e, claro, comodidade.

Na opinião da proprietária, o mineiro ainda é um consumidor conservador. “Ele é inseguro, precisa pegar para comprar. E só compra depois de ver que há um endereço físico. Ele também faz um teste antes de se tornar um adepto do comércio eletrônico. Geralmente, compra algo barato primeiro. Como vê que dá certo, que é um negócio sério, começa a aumentar o nível de consumo. Tudo isso vem de um desconhecimento. Muitos não sabem a diferença de um site de e-commerce e de um blog”, acredita.

Apesar de o pet shop existir desde 2004, a loja virtual veio em 2010. “Sempre fui usuária do e-commerce e percebia uma carência desse tipo de serviço”, conta Janaina, que é formada em comércio exterior e trabalhou em departamentos de compra de empresas mineiras. O investimento foi de R$ 100 mil, entre veículos e o site criptografado, que garante total segurança. Dos 24 funcionários da empresa, quatro são exclusivos da loja virtual.

Hoje são cerca 1 mil clientes cadastrados que compram de forma recorrente. Acima de R$ 30 as compras podem ser divididas em até três vezes no cartão e o prazo máximo de entrega é de quatro horas. Em breve, haverá também a opção de pagamento por boleto. Na Pampulha o frete é grátis, mas a maioria do público é da Zona Sul. A entrega é em toda BH e a taxa varia de R$ 3 a R$ 27, de acordo com a distância e o volume. Sessenta por cento das vendas são de ração.

Serviço
Pet Cães e Cia
Avenida Santa Terezinha, 380, Santa Terezinha
Avenida Conceição do Mato Dentro, 295, Ouro Preto
(31) 3475-2915


Publicidade