Publicidade

Estado de Minas

Nestas férias, divirta-se (sem gastar) na Praça da Liberdade

Jogos eletrônicos, bebê robô, peças de teatro, shows, exposições e oficinas são algumas das atrações nos espaços culturais do cartão-postal de BH. A maioria delas tem entrada franca.


postado em 10/01/2020 04:00 / atualizado em 09/01/2020 18:52

Casa Gamer, com jogos eletrônicos, instalada no CCBB-BH(foto: CCBB-BH/Divulgação )
Casa Gamer, com jogos eletrônicos, instalada no CCBB-BH (foto: CCBB-BH/Divulgação )

Já não é de hoje que o destino de quem fica nas férias de janeiro em Belo Horizonte é a Praça da Liberdade. As instituições do Circuito Cultural da região têm grande público, a despeito da cidade esvaziada, por causa da intensa programação feita exclusivamente para o período. Boa parte das atividades é destinada às crianças, com oficinas, jogos e contação de histórias. A programação, quase toda gratuita, é divulgada detalhadamente nos sites das instituições. Para os adultos há shows, espetáculos teatrais e visitas mediadas.

CASA FIAT DE CULTURA
• Praça da Liberdade, 10, (31) 3289-8900, Funcionários. casafiatdecultura.com.br
• Terça a sexta, das 10h às 21h; sábado e domingo, das 10h às 18h

A mostra Percorsi italiani: 120 anos de história, que acompanha a imigração italiana no Brasil, oferece uma série de atividades. Para grupos que agendarem visitas, por exemplo, há a ação Árvore da italianidade, uma espécie de árvore genealógica. No domingo (12), entre 10h e 13h, haverá um passeio pelos chamados “negócios de famílias” de BH, cujas inscrições devem ser feitas em www.sympla.com.br.


CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL 
• Praça da Liberdade, 450, (31) 3431-9440, Funcionários. ccbbeducativo.com
• De quarta a segunda, das 10h às 22h

A exposição Man Ray em Paris tem visita guiada neste sábado (11). Às 18h, a pesquisadora Angélica Adverse fala sobre a relação entre moda e arte. A mostra pautou oficina para crianças. Às quintas, a atividade Máscara de sonhos ensina a construir máscaras inspiradas nas obras de Man Ray.
Há também os espetáculos infantis Pô! Ema e O barquinho amarelo (até dia 27) e o festival Musicar (de 30 de janeiro a 9 de fevereiro). Para os adultos, estreia nesta sexta, às 20h, o espetáculo Neblina.

No pátio, a Casa Gamer oferece esportes eletrônicos (de quinta a domingo, até dia 19). Tem Mario Kart, Fifa, jogos mobile e o multiplayer Counter Strike. Para participar, basta retirar senha na bilheteria (o ingresso dá direito a uma hora na atração). Nos dias 11, 12 e 18, haverá a competição amadora de Counter Strike: Global Offensive. Os interessados devem montar uma equipe e se inscrever pelo site www.tmjnessegame.com.br. A equipe vencedora ganhará viagem para disputar a final em São Paulo.


ESPAÇO DO CONHECIMENTO UFMG
• Praça da Liberdade, 700, (31) 3409-8350, Funcionários. ufmg.br/espacodoconhecimento
• Terça a sexta e domingo, das 10h às 17h; 
sábado, das 10h às 21h

Cinco representantes dos povos ye'kwana, yanomami, xakriabá, pataxoop e tikm’n assinam a curadoria de Mundos indígenas. A mostra reúne objetos (cestaria, cerâmica, ilustrações, redes, máscaras), fotografias e vídeos. Há ações educativas, como a oficina (Des)encaixando, que busca desmistificar estereótipos indígenas por meio de um quebra-cabeças.
Outra atração do espaço é o planetário, com ingressos a R$ 6 e R$ 3 (meia).


MEMORIAL MINAS GERAIS VALE
• Praça da Liberdade, 640, (31) 3308-4000, Funcionários. memorialvale.com.br
• Terça, quarta, sexta e sábado, das 10h às 18h; quinta, das 10h às 22h; domingo, das 10h às 16h.

Até o final de janeiro e sempre uma vez por semana, o Memorial Minas Gerais Vale vai receber um espetáculo. No dia 19, às 11h, o Trio Amaranto apresenta a montagem cênico-musical O menino das cem palavras, sobre o garoto Adendo, que, ao começar a falar, não para até completar uma centena de vocábulos.

No dia 23, às 19h, é a vez de teatro, com À sombra da goiabeira, do Teatro Negro e Atitude, sobre a relação conflituosa entre um pai e seu filho. No dia 30, às 19h, é a vez de música instrumental com o Trio Mitre, formado pelo baixista Kiko Mitre, tio da pianista Luísa e da vibrafonista e baterista Natália. No show, os três receberão o saxofonista Cléber Alves.

Há três exposições em cartaz: Vozes atlânticas, de Thaís Tanure, sobre a Inquisição portuguesa no Brasil; Urbanus, com fotos de Gustavo Dragunskis e Natália Lima; e Situações, individual de Sara Não Tem Nome, cantora, compositora e performer que atua nas áreas de música, fotografia, vídeo e poesia.

MM GERDAU – MUSEU DAS MINAS E DO METAL
• Praça da Liberdade, s/nº, (31) 3516-7200, Funcionários. mmgerdau.org.br
• Terça, quarta, sexta a domingo, das 12h às 18h; quinta, das 12h às 22h

Além da programação diária de oficinas e jogos para crianças a partir dos 2 anos, o museu destaca a exposição CoMciência. Seis trabalhos dialogam com arte, ciência e tecnologia. Há fungo que tuíta e procura textos na internet, uma “ilha” que emite sons e um bebê robô que reage à presença humana. Na área musical, Felipe de Oliveira apresenta no dia 30, às 19h30, o show Coração disparado.

Formas antigas de bolo decoram o Frau Bondan, no CCBB(foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)
Formas antigas de bolo decoram o Frau Bondan, no CCBB (foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)

O bistrô das delicadezas 

Não dá para passear nos centros culturais da Praça da Liberdade sem passar em um dos cafés que lá funcionam. Todos os espaços contam com sua própria cafeteria, seja para um lanche (como no Espaço do Conhecimento e no Museu das Minas e do Metal) seja também para o almoço (Memorial Vale e Casa Fiat).

Quem acaba de se juntar a esse time é Frau Bondan, que abriu loja no CCBB, ao lado do Café com Letras. São quase 20 anos de uma história que teve início com a venda de pão de mel e de bolo alemão, receitas de Maria Claudina Zimmer Bondan, a avó alemã de Paula Bondan que vivia no Rio Grande do Sul. A nova Frau segue o estilo da marca, que conta com lojas na Savassi, no Aeroporto de Confins e no BH Shopping.

É um lugar de delicadezas para os olhos e a boca. Formas de bolo em formato de coração e de flores recheiam uma parede. Em outra, há espelhos de diferentes formatos. O espaço pode receber 50 pessoas sentadas. É impossível passear por ali sem notar a infinidade de produtos: biscoitos e doces em latinhas (carro-chefe da loja, em coleções com estampas de Minas Gerais, Frida Kahlo e Yara Tupyinambá), chocolates, aventais, jogos americanos, bolsas, louça para chá e café. As colherinhas de café em formato de alce, bule ou folha são de uma singeleza só. E por aí vai.

AUTORAL

Tudo, à exceção do doce de leite e da goiabada, é criação própria – Paula, antes de se dedicar às delícias, atuava como designer de joias. A novidade é que o cardápio do CCBB foi ampliado. Pela primeira vez, a Frau Bondan vai funcionar também como bistrô. “As demais lojas não têm cozinha, e meu sonho sempre foi fazer brunch, pois o café da manhã é minha refeição preferida”, comenta Paula.

Por ora, já que o cardápio ainda não está fechado, o café da manhã (R$ 29) conta com pão artesanal, manteiga, geleia, ovos mexidos, fruta, bolo e café. Para o almoço, há três opções de executivo (R$ 29), incluindo refeições veganas e vegetarianas. Fixos do menu são o ravióli (com queijo canastra ao molho pomodori, R$ 32), o Saint Peter (com molho provençal e batata inglesa, R$ 35,90) e a carne de panela (com farofa e batata rústica, R$ 34,90).

Há variedade de saladas (a partir de R$ 19,90), risotos (R$ 32), omeletes e ovos (a partir de R$ 18,90) e sanduíches (a partir de R$ 17,90), além das tradicionais delícias de cafeteria – bolos, sobremesas, salgados, cafés, chás e chocolates.
“Quando comecei, fazia doces do mundo com ingredientes de Minas”, Paula conta. Hoje, ela continua na mesma toada, apostando no pequeno produtor do estado. “Até as colherinhas são produzidas por artesãos locais”, informa.


FRAU BONDAN/CCBB
Praça da Liberdade, 450, Funcionários, (31) 2515-6882. De quarta a segunda, das 10h às 22h.


Publicidade