Publicidade

Estado de Minas

Festival Sarará promove maratona musical na Esplanada do Mineirão

Gilberto Gil, Iza, Lagum, Djonga, Mano Brown, Letrux, Marina Lima e Pabllo Vittar estão entre as atrações deste sábado (31). Festa começa ao meio-dia


postado em 30/08/2019 04:00 / atualizado em 28/08/2019 14:41

A banda Lagum, que está bombando nas plataformas de streaming, aposta em seu DNA mineiro (foto: Julia Amaral/divulgação)
A banda Lagum, que está bombando nas plataformas de streaming, aposta em seu DNA mineiro (foto: Julia Amaral/divulgação)

Em 2014, quando foi criado, o Festival Sarará era voltado para a Semana da Consciência Negra. “A gente queria falar, de forma leve, sobre tudo o que essa data envolvia, a importância da igualdade das cores e raças, que ninguém é melhor do que o outro por ser branco ou negro. Ao longo dos anos, fomos nos abrindo para outros temas, mas sempre provocando reflexões”, afirma Bell Magalhães, idealizadora do evento.

Em 2019, não será diferente. A temática da edição deste sábado (31), na Esplanada do Mineirão, é a empatia. O Sarará contou com a ajuda de mentores para oferecer um festival acessível a todos. Os consultores são o jornalista Marcos Lima, criador do canal Histórias de Cego, e o cadeirante David César, especializado em palestras sobre acessibilidade. O mineiro Flávio Teixeira coordena a equipe de intérpretes de Libras que estará nos palcos traduzindo as letras por meio da linguagem de sinais.

“A ideia é você se colocar no lugar do outro. Como o deficiente físico ou visual gostaria de ser tratado num evento como esse? Tivemos a consultoria especializada para nos ajudar nesse sentido”, explica Bell.

A partir do meio-dia, um time de artistas de primeira vai subir ao palco. Gilberto Gil, Duda Beat, Pabllo Vittar, Marina Lima, Baco Exu do Blues, Djonga, Mano Brown, BaianaSystem e Silva são algumas das atrações. Um dos momentos mais esperados será o encontro inédito entre a carioca Iza,  sensação da música brasileira, com o grupo mineiro Lagum.

“É uma honra. A gente está trocando figurinhas via internet para definir como vai ser o show. Está todo mundo muito animado, porque Iza é uma artista fantástica. O repertório terá canções nossas e dela”, conta Pedro Calais, vocalista do Lagum.
Letrux diz que o show com Marina Lima será ''um luxo''(foto: Bruno Machado e Juliana Rocha/divulgação)
Letrux diz que o show com Marina Lima será ''um luxo'' (foto: Bruno Machado e Juliana Rocha/divulgação)

No ano passado, o grupo se apresentou no Sarará com a dupla de rappers Hot & Oreia. Depois de muito trabalho e de bombar na internet e nas plataformas de streaming, o Lagum experimenta o reconhecimento nacional. Pedro comemora a boa fase, afirmando que ele e os parceiros estão, cada vez mais, conseguindo se dedicar a seu sonho. “É o que a gente sabe fazer de melhor. Tem sido muito intenso, mas bacana. Nosso último disco (Coisas da geração), que saiu este ano, vem sendo super bem recebido. Vamos cantar algumas canções dele no festival. Nossa turnê está a todo vapor. Em outubro, vamos para Portugal”, revela.

Pedro acredita que o diferencial da banda está em focar no próprio DNA e também em não perder a identidade. “A gente olha muito pra gente, para o que podemos melhorar. Sempre fazemos questão de ter contato próximo com o público. Essa é a nossa marca”, acredita.
 
(foto: Paulo Mancini/divulgação)
(foto: Paulo Mancini/divulgação)
ENERGIA 

Iza se diz empolgada e ansiosa com sua estreia no Festival Sarará. Promete um show “cheio de energia boa e músicas legais”. A cantora e compositora – que recentemente gravou Paula e Bebeto com Milton Nascimento para a abertura de Malhação: Toda forma de amar – adorou o convite do Lagum. “Minas tem tantos artistas incríveis... É até difícil citar”, afirma. 

Ela conta que vive um momento especial na vida e na carreira. “Aprendo demais com todas as pessoas que conheço e com cada projeto. Tem sido maravilhoso. Estou vivendo um sonho e alcançando, a cada dia, mais coisas legais”, revela.

A artista, que assumiu recentemente a função de técnica no programa The Voice Brasil, diz que é “maravilhoso” divulgar talentos. “Tenho aprendido demais com cada participante. Gosto muito de descobrir novos timbres e novos vibratos, sempre pesquiso sobre isso”, comenta Iza, que está cotada para ganhar um programa só dela no Multishow.

A moça não para. Acabou de lançar o single Meu talismã e será uma das atrações do Rock in Rio, que começa em 27 de setembro. “Quero levar minha turnê para muitos lugares no Brasil. Tenho muitas músicas prontas já, que vão ser lançadas aos poucos, algumas parcerias. Ainda vem muita coisa pela frente”, avisa.
Gilberto Gil, atração das 21h30 no Palco Tropical(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
Gilberto Gil, atração das 21h30 no Palco Tropical (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

MADRINHA 

Outro show que promete é o da cantora, compositora e instrumentista Letrux, que receberá a convidada especial Marina Lima. As duas já se apresentaram juntas e Marina gravou Puro disfarce no disco de Letrux.  “Ela é a minha madrinha musical. Muito talentosa, muito à frente do seu tempo, criativa, maravilhosa. Ouço desde criança e não canso jamais. Marina é muito entregue à arte, é lindo de ver. Vai ser um luxo. Vamos mostrar as canções que já cantamos juntas e coisas que nunca fizemos. Vai ser uma delícia”, enfatiza.

Letrux já vem com certa frequência a Minas. “É um povo acolhedor e quente. As mineiras Julia Branco e Luiza Brina são parceiras astrais”, comenta a cantora.

Talentos de BH vão brilhar no 'aquário'
Nath Rodrigues é uma das atrações da Rádio Tropical(foto: Carlos Hauck/divulgação)
Nath Rodrigues é uma das atrações da Rádio Tropical (foto: Carlos Hauck/divulgação)

A palavra sarará remete à mistura do povo brasileiro. A sexta edição do festival, com expectativa de reunir 35 mil pessoas, terá como uma das novidades a Rádio Tropical Transforma. O estúdio radiofônico, à vista de todo mundo, reunirá DJs e músicos locais em uma sala com estrutura de aquário.

O público poderá conferir pocket shows e entrevistas ao longo da programação. O objetivo é oferecer um recorte da produção cultural de Belo Horizonte. Entre os convidados estão Zevinipim, Clara Tannure, Joana Bentes, Minimalista, Rádio Exodus, Mariana Cavanellas, Pequena Morte, Coyote Beatz, Nath Rodrigues, Maíra Baldaia e artistas do projeto Lá da Favelinha.

Quatro coletivos de BH estarão presentes no Sarará. 1010 e Lá da Favelinha se apresentarão em espaços abertos, enquanto Alta Fidelidade e Noite Maravilhosa farão festas na área open bar. Nesse espaço, o “after” contará com show do MC Kevin O Chris.

Além da música, o Sarará programou live paintings, exposição e outras surpresas.

PROGRAMAÇÃO

   PALCO CONVIVER 99

12h30 – Letrux e Marina Lima
15h – Djonga e Mano Brown
16h – Favelinha Dance
17h30 – Baco Exu do Blues
20h – Baiana System Intervenção: Bloco Preto (dança)

   PALCO TROPICAL TRANSFORMA

13h45 – Silva
16h15 – Lagum e Iza
18h45 – Duda Beat e Pabllo Vittar
21h30 – Gilberto Gil

   RÁDIO TROPICAL TRANSFORMA

12h – DJ Mayrink
14h – Zevinipim e Clara Tannure
14h40 – DJ Julia
15h10 – Joana Bentes e Minimalista
15h50 – DJ Julia
16h20 – Rádio Exodus e Mariana Cavanellas
17h – DJ Kingdom
17h30 – Pequena Morte
18h15 – DJ Kingdom
19h – Coyote Beatz e convidados
19h40 – DJ Xeréu
20h15 – Nath Rodrigues e Maíra Baldaia
21h – DL Xeréu
21h30 – Lá da Favelinha

TENDA  DESPERTAR

12h às 16h – 1010
16h às 18h – Alta Fidelidade
18h à meia-noite – 1010

ÁREA OPEN BAR

12h à meia-noite – Noite Maravilhosa e Alta Fidelidade (intervalos)
Meia-noite – Kevin O Chris
1h – Noite Maravilhovsa

FESTIVAL SARARÁ
Sábado (31), a partir das 12h. Esplanada do Mineirão. Avenida Abrahão Caram, 1.001, Pampulha. 
3º lote – Pista: R$ 160 (inteira) e R$ 80 (meia-entrada). 2º lote – Pista premium: R$ 220 (inteira) e R$ 110 (meia-entrada). Open bar: R$ 260. Vendas: bit.ly/IngressoSarará2019  e lojas Chilli Beans (BH Shopping, 
Pátio Savassi e Diamond Mall). Informações: festivalsarara.com.br


Publicidade