Publicidade

Estado de Minas

Peça Ele ainda está aqui discute o trauma causado por pais ausentes

Protagonizada por Emílio Dantas, Thelmo Fernandes e Osmar Menezes, comédia dramática será apresentada no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube


postado em 26/07/2019 04:09

Thelmo Fernandes, Osmar Menezes e Emílio Dantas se apresentam em BH(foto: Elisa Mendes/divulgação)
Thelmo Fernandes, Osmar Menezes e Emílio Dantas se apresentam em BH (foto: Elisa Mendes/divulgação)

O primeiro contato de Emílio Dantas com as artes se deu por meio da música. Ele tinha 15 anos. "O único momento na vida em que não fico nervoso é quando subo no palco para cantar", revela. Não foi à toa que o ator aflorou a partir do cantor e Emílio acabou ganhando projeção devido ao teatro musical. O papel de maior destaque foi como protagonista de Cazuza – Pro dia nascer feliz, que ficou em cartaz de 2013 a 2015. "Fiz quatro musicais, que me deram uma grande experiência. Com pelo menos três horas de duração, eles são uma grande escola", diz.

Pela primeira vez, o ator carioca, de 36 anos, faz uma peça mais "convencional". Ele ainda está aqui, cujo elenco conta também com Thelmo Fernandes e Omar Meneses, será encenada no fim de semana em BH. "É a primeira peça em que não canto. Ela tem formato mais curto. É intenso e prazeroso fazer parte desse projeto", diz Dantas. Com texto de Silvio Guindane, que assina a direção, a comédia dramática, que estreou em 2018, tem a família como foco principal.

Apesar de ter participado de ensaios e leituras de texto, Emílio Dantas só assumiu José, o personagem brasileiro, no começo deste ano. A primeira versão tinha Luana Piovani como Clara, Thelmo Fernandes como o português Miguel e Omar Menezes como o angolano Francisco. Agora, o trio de irmãos é formado por José, Miguel e Francisco.

"Como estava envolvido com o fim das gravações da novela Segundo sol (como Beto Falcão), acabei entrando depois, mas o projeto sempre me interessou. Fala de um tema que minha geração viveu: a questão dos pais separados. A gente revisita o lugar não só do valor do afeto, mas do valor monetário também", comenta.

HERANÇA Os três irmãos se encontram pela primeira vez depois do enterro do pai, empresário que ganhou o mundo e se esqueceu da família. Criados pelas mães, eles nasceram e moram em países diferentes. Num jantar para decidir a divisão da herança, o trio expõe sentimentos sobre a ausência paterna. O fato de os irmãos falarem a língua portuguesa com sotaques diferentes é explorado pelo dramaturgo, que usa armadilhas do idioma para criar situações interessantes e até engraçadas.

"Thelmo Fernandes, principalmente, trabalhou mais o sotaque. Foi interessante ver que a origem é a mesma, apesar de sermos diferentes. Esses países fazem parte da nossa história, da nossa formação. Chegamos a nos apresentar em Angola e foi enriquecedor. Houve gente que entrou no teatro pela primeira vez. Tive contato com projetos independentes de artes cênicas com ONGs. Uma troca bacana. A ideia é levar a montagem para Portugal", revela.

BH pode fechar uma etapa de Ele ainda está aqui, pois Emílio Dantas não deve continuar na turnê. O ator foi escalado para Todas as mulheres do mundo, série da Globo baseada na obra de Domingos Oliveira, que começa a ser gravada no segundo semestre. "A gente deve retomar a peça depois, mas não sei ainda como será”, afirma.

Conhecido como o traficante Rubinho da novela A força do querer, o ator, que ganhou visibilidade devido ao trabalho na TV, destaca a importância dos palcos em sua formação. "Ali, é tudo na hora. O teatro é aquele momento em que a coisa acontece e desaparece. Nada é gravado. Não deixa de ser um acordo entre você e plateia, que acredita naquela mentira que o ator está contando. É um exercício muito louco, mas muito instigante", conclui.
 
ELE AINDA ESTÁ AQUI
Texto e direção: Silvio Guindane. Com Emílio Dantas, Thelmo Fernandes e Omar Menezes. Sábado (27), às 21h, e domingo (28), às 20h. Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube. Rua da Bahia, 2.244, Lourdes, (31) 3516-1360. R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia-entrada). Vendas on-line no site Eventim.


















Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade