Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Restaurante especializado em trufas quer conquistar o belo-horizontino

Considerado o 'diamante da gastronomia', ingrediente vem da Europa e faz parte de vários pratos da Tartuferia San Paolo. Opções vão do polvo grelhado e medalhão de filé à sobremesa de chocolate


postado em 12/07/2019 04:05

O chef Uillian Salomão prepara polvo grelhado com alho negro e trufas brancas(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
O chef Uillian Salomão prepara polvo grelhado com alho negro e trufas brancas (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)

Aproximar o belo-horizontino da trufa. Essa é a proposta de Mônica e Carlos Claro, que acabam de abrir a Tartuferia San Paolo, empório e restaurante especializado em receitas com a iguaria, considerada o diamante da gastronomia. Trufas frescas são raras no Brasil, pois se desenvolvem em locais de terroir específico como os bosques italianos, em meio a raízes de carvalho, aveleira, salgueiro e álamo. Apesar da logística que envolve a importação em tempo hábil para manter a qualidade do ingrediente, o casal apostou no filão.

O restaurante, que funciona no shopping Boulevard, é o sexto da rede, que mantém casas em São Paulo, Goiás e Paraná. “Começamos em 2013, quando fomos à Itália conhecer de perto o mundo das trufas e passamos a desenvolver produtos artesanais com o ingrediente. Fechamos parcerias com empresas familiares na Umbria e na Toscana. Depois de muita pesquisa e testes, inauguramos a primeira unidade, um empório que servia alguns pratos para familiarizar o paladar brasileiro à iguaria”, conta Mônica Claro.

Desenvolvido pelo chef Rodrigo Einsfeld, que participou do reality Master chef, na Band, o cardápio contempla receitas com diversos tipos de trufa. Uma das estratégias para aproximar o público do ingrediente é oferecê-lo fresco, geralmente laminado sobre o prato. Trata-se produto sazonal, que depende da temporada de colheita na Itália e é comercializado de acordo com o preço do grama. Até o fim de setembro, o cliente encontra a trufa Estivo de Verão (R$ 13); de setembro a novembro, a trufa negra Uncinato (R$ 15); de outubro a dezembro, a trufa branca (R$ 55); e de dezembro a fevereiro, a trufa negra Pregiato (R$ 28).

Em BH, o chef Uillian Salomão comanda a cozinha da tartuferia. No menu à la carte, opção para compartilhar é o brie empanado com salsa tartufata, mel de trufas brancas e carpaccio de trufas (R$ 47). Entre os pratos individuais estão o polvo grelhado com purê rústico e alho negro com trufas brancas (R$ 120) e o medalhão de filé-mignon com manteiga de trufas brancas e purê rústico (R$ 85). O destaque entre as sobremesas é o chocolamour: brigadeiro com trufas, sorvete de mascarpone e trufas com farofa doce (R$ 30).

Há também opções sem a iguaria, inclusive menu infantil. O escalope de mignon ou medalhão de frango e dois acompanhamentos custa R$ 38. A carta de bebidas é extensa, com aperitivos, licores, drinques, cervejas, vinhos e espumantes, inclusive na taça (R$ 29).

EXECUTIVO Outra opção é o menu executivo (R$ 49). Válido de segunda a sexta-feira (exceto feriados), inclui entrada, prato principal e sobremesa. Entre as receitas há risoto de funghi com cubos de mignon e lasanha de vegetais com requeijão de trufas gratinado. Para adoçar, churros de doce de leite com trufas.

O empório comercializa azeites, geleias e mel trufado. Para levar para casa, Mônica sugere produtos ítalo-brasileiros, como o requeijão de corte com trufas negras (R$ 78), ou gourmetizados, a exemplo do alho negro com trufas brancas (R$ 89).

Mônica explica que há 32 espécies da iguaria, nem todas utilizadas na gastronomia. “O aroma, muito característico, e o sabor de cada tipo de trufa são únicos, diferentes de qualquer outro ingrediente. Algumas pessoas acham que a trufa branca, um pouco picante, remete ao alho. A trufa negra é mais suave, o sabor lembra a avelã”, conclui.

TARTUFERIA SAN PAOLO 
Boulevard Shopping, piso 2. Avenida dos Andradas, 3.000, Santa Efigênia, (31) 3566-3561. Funciona de segunda-feira a sábado, das 11h30 às 22h, e domingo, das 12h às 20h.

CHILENAS

Até 31 de agosto, o Gero, restaurante do Hotel Fasano, promove a temporada de trufas negras chilenas. A iguaria está presente no carpaccio de carne com lascas de grana padano (R$ 240), tostino de pão com gema de ovo e manteiga (R$ 240), cabelinho-de-anjo na manteiga (R$ 310), tartar de carne (R$ 260) e na costeleta de cordeiro (R$ 390), entre outros pratos. Quem assina o preparo é o chef Fábio Jobim. Presente em molhos ou fresca em tiras in natura, a iguaria pode ser incluída em outras opções do menu, com preço cobrado à parte. O Gero fica na Rua São Paulo, 2.320, Lourdes. No almoço, abre de segunda a sexta-feira, das 12h às 15h; sábado, das 12h à 1h; e domingo e feriado, das 12h às 17h. No jantar, funciona de domingo a quinta, das 19h à 0h; sexta, das 19h à 1h, e sábado, das 12h à 1h. Informações: (31) 3500-8970.


Publicidade