Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Sem pizza e com open bar de gim, BellaZio renova a tradição italiana

O chef Stefano Panella diz que a gastronomia da Itália não se resume a massas e vinhos. Cardápio reúne paninos, piadinas, burratas e bruschettas. Aos sábados, tem rodízio de drinques


postado em 29/03/2019 05:06

O italiano Stefano Panella diz que a gastronomia de seu país não se resume a massas e vinho (foto: Fotos: Túlio Santos/EM/D.A Press )
O italiano Stefano Panella diz que a gastronomia de seu país não se resume a massas e vinho (foto: Fotos: Túlio Santos/EM/D.A Press )


Mundialmente aclamada, a culinária italiana sempre é associada a massas, pizza e a cantinas com toalhas nas mesas e vinho sobre elas. No entanto, a gastronomia da “Bota” extrapola – e muito – esse estereótipo. É o que tenta provar o chef Stefano Panella, proprietário do BellaZio, no Mangabeiras. Com pegada boêmia e foco no happy hour, a casa criou o open bar de drinques à base de gim, aos sábados, para acompanhar aperitivos típicos da Itália.

Aberto em 2018, o bar tem ambiente descontraído e arejado, com varanda panorâmica. O chef, de 33 anos, nasceu na região da Lombardia e há cinco mora no Brasil. “A ideia é quebrar um pouquinho a ideia de que pizza, lasanha e massa são a Itália e não há nada além disso”, afirma. “Nosso objetivo é oferecer algo descontraído. Não é um local formal para sentar e jantar, mas para relaxar com os amigos, tomar cerveja, um drinque e beliscar”, define.

Todas as entradas elaboradas por Panella são “finger foods”, formatadas para serem comidas com as mãos (de R$ 30 a R$ 56). Ele destaca a burrata (queijo italiano de massa cremosa) com tomate-cereja, a porção de bruschetta de tomates frescos com pesto de manjericão, a tábua com muçarela de búfala e presunto Parma, além da piadina crocante acompanhada por pestos de manjericão, azeitona e rúcula.

“É outro conceito, mas não deixa de ser algo comum na Itália. Lá, muita gente senta no bar depois do trabalho e come essas coisas enquanto bebe um prosecco ou um drinque”, explica.

A ideia é que os petiscos acompanhem as bebidas. Febre na cidade nos últimos tempos, o gim é uma das atrações principais, presente em boa parte dos coquetéis. Aos sábados, das 16h às 21h, a clientela pode degustar quantos quiser por R$ 55. Além da versão tradicional, parceria com a marca YVY, há um com amora, o amoragin, e outro com melancia, a anguriagin.

Dois licores tradicionais da Itália entram na mixologia, também assinada por Panella. São o lemongin e o arangin, preparados com limoncino e arancino fabricados artesanalmente na casa. Garrafas de licor são vendidas por R$ 27 e R$ 29.

Nos outros dias da semana, os drinques custam de R$ 26 a R$ 31, dependendo do tipo e do tamanho (de 300ml a 700ml). Cervejas, com long necks das marcas mais populares e opções artesanais, e vinho também são alternativas.



PANINO

Para quem procura acompanhamento mais reforçado, ou mesmo refeição, a indicação é o panino, sanduíche de pão ciabatta típico da Itália. Os recheios podem ser de presuntos Parma, cozido, coppa ou speck.

Cada sanduíche vem com um tipo de queijo, outros itens e molhos para complementar. Há a opção vegetariana, com creme de aspargos e gorgonzola. Os preços variam de R$ 29 a R$ 35. O cardápio também inclui a piadina, iguaria feita com pão italiano especial e recheios parecidos com os do panini, com preços na faixa de R$ 30.

BELLAZIO GASTRONOMIA
Avenida Bandeirantes, 1.280, Mangabeiras. Abre de terça a sexta-feira, das 18h às 23h; sábado, das 12h às 23h; e domingo, das 12h às 18h. Open gin aos sábados, das 16h às 21h, por R$ 55 (open bar apenas para coquetéis à base de gim). Informações: (31) 2555-1707 e www.instagram.com/bellaziogastronomia










Publicidade