Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Osteria Cacio e Pepe: um cantinho italiano no Bairro Santo Antônio

Casa serve receitas da Itália com toque brasileiro criadas pelo chef Walter Seixas. Conheça o pansotti, tradição da quaresma, e o bolinho arancini


postado em 08/03/2019 05:02

O chef Walter Seixas deu toque brasileiro a receitas típicas da Itália(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
O chef Walter Seixas deu toque brasileiro a receitas típicas da Itália (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)

    



























Restaurantes típicos da Itália, osterias são pequenos espaços comandados por famílias. O modelo foi escolhido por Maria da Conceição e Rodrigo Alvim, mãe e filho, que decidiram investir na cozinha italiana. Para criar o cardápio da Osteria Cacio e Pepe, a dupla convidou o chef e consultor gastronômico Walter Seixas.

“Não sou fã de gastronomias rebuscadas. Prefiro as mais descomplicadas, de raiz. Por isso, criei pratos baseados na tradição italiana, sempre com um toque brasileiro – do preparo do nhoque aos temperos, utilizando ingredientes como alho e cebola”, conta Seixas. O chef ressalta a grande influência da Itália na cozinha brasileira, especialmente nas regiões Sudeste e Sul.

A decoração da osteria traduz a proposta de imersão no país europeu, mas sem perder a assinatura tupiniquim. Paredes exibem desenhos do artista visual Marquim, lembrando ruas de cidades históricas da Itália, com destaque para lambretas e casas coloridas. O salão pode receber 32 pessoas, mas a área externa comporta mais 25, de pé.

“Osteria não tem a formalidade de um restaurante. Queremos mesclar à proposta italiana o que há de melhor em BH: o bar. É um espaço para bater papo e consumir vinhos a preços acessíveis em ambiente despojado e alegre”, diz Seixas.

ESPAGUETE O nome Cacio e Pepe remete à tradicional receita de espaguete que leva queijo e pimenta. O prato é preparado com o legítimo queijo pecorino e pimenta-do-reino preta moída na hora (R$ 31). Outra opção individual é o nhoque de batata salteado na manteiga com molho de tomate e ragu de linguiça suína (R$ 31).

Massa recheada com figo seco turco e requeijão, o pansotti, consumido na quaresma, é tradicionalmente preparado sem carne. Em sua versão, o chef adicionou uma pitada de “pecado”: pesto de manjericão e presunto parma (R$ 34). O cardápio também oferece quatro opções de risoto (de R$ 30 a R$ 46).

Como entrada, o chef sugere a porção de arancini: quatro bolinhos de risoto recheados com queijo, pimenta ou alho-poró e salame italiano, acompanhados de molho pomodoro (R$ 26). Os crostinis podem chegar à mesa cobertos por caprese, linguiça caseira e parmesão; cogumelo-de-paris com brie e alho-poró; ou gorgonzola com parma (R$ 24 cada).

Entre as sobremesas, destaca-se a tradicional panacota com cobertura de frutas vermelhas (R$ 21). Assim como o cardápio, a carta de vinhos é alterada constantemente. Parte dos rótulos é importada, incluindo argentinos e portugueses (de R$ 50 a R$ 70).

O espaço promove open wine (R$ 39) às quintas-feiras à noite e aos sábados à tarde, com opções de vinhos brancos, rosés e tintos.

OSTERIA CACIO E PEPE
Rua Mar de Espanha, 615, Santo Antônio. De quarta a sexta-feira, das 18h à meia-noite; sábado, das 12h à meia-noite; e domingo, das 12h às 16h. Informações e reservas: osteriacacioepepe.com.br.


Publicidade