Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Noel gastrô

Pães franceses, biscoito alemão, queca inglesa, rabanada e a brasileiríssima carne de porco fazem bonito no cardápio de Natal


postado em 21/12/2018 05:03

A chef Aline Rossignol se inspirou na gastronomia francesa para recriar tarteletes, bolos e doces(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
A chef Aline Rossignol se inspirou na gastronomia francesa para recriar tarteletes, bolos e doces (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)

Natal é sinônimo de comida. Os preparos para a mesa farta das reuniões dos dias 24 e 25 aguçam a expectativa de provar delícias típicas desta época do ano – biscoitinhos, pratos doces e salgados, receitas tradicionais de família, pães... São as criações exclusivas da “gastronomia de Noel”.

A chef patissier Aline Rossignol prepara o cardápio de Natal com o cuidado e a apresentação típicos da confeitaria francesa. O pain d’épice leva farinha especial e especiarias. As givrettes são castanhas glaceadas no chocolate belga. Já os chocotones recheados têm os sabores caramelo e flor de sal (R$ 85 a unidade; R$ 135, acompanhados de figos, árvores e botinhas de chocolate).

Aline prepara também a tartelete de cerejas frescas e figos turcos recheados com ganache de uísque (R$ 72 a caixa com nove unidades) e o bolo três leites, com recheio de leite condensado e decorado com frutas vermelhas frescas (a partir de R$ 180/12 fatias).

“Adoramos esse período mágico, quando reunimos amigos e família. Nosso objetivo é fazer parte desse momento especial com sobremesas lindas e perfumadas, feitas com ingredientes nobres e muito carinho”, diz a chef da Rossignol Patisserie.

ALEMANHA
Na Lovely Rolls, a atração é uma tradição alemã: o biscoito natalino speculatius. A proprietária Júnia Oliveira aprendeu a receita com a família Jung, de seu marido. Quando o quitute amanteigado feito com amêndoas e especiarias está assando, perfuma todo o ambiente “com um cheiro fantástico de Natal”, conta ela.

“No dia 25 de dezembro, saboreamos o speculatius no café da manhã e enquanto nos sentamos ao pé da árvore de Natal para ver os presentes que o Papai Noel deixou”, diz Júnia. Além desse biscoitinho (R$ 10/100g; caixas de presente a partir de R$ 15), a Lovely prepara a stollen. É o pão de Natal alemão, com massa amanteigada com frutas cristalizadas e passas marinadas no rum. O recheio tem castanhas e nozes (R$ 30 e R$ 35, embalagem para presente).

A Lovely prepara também o bolo alemão de Natal. A massa, rica em especiarias, tem mel, café, rum e recheio de nozes, castanhas, cerejas, frutas cristalizadas e passas. A cobertura é de glacê de limão. “É um bolo bem marcante e intenso”, explica Júnia. Custa R$ 30 e R$ 35 (embalagem de presente).




FORNADA
No Mercado Central, o aroma de Natal exala das fornadas da padaria Du Pain, de inspiração francesa. O reinado é da queca (bolo inglês), que traz tâmaras, figo, laranja, ameixa, passas e castanhas, além de especiarias, melado de cana e conhaque (R$ 45 a unidade). A rabanada é outro sucesso (R$ 24 a unidade). Leva brioche no lugar do pão dormido – é assada, em vez de frita. “Usamos conhaque e fava de baunilha, com finalização de açúcar e canela”, informa Ronaldo Souza, dono da padaria.

Outra atração é a Torta de Mó, feita com farinha produzida em moinhos de pedra conhecidos como “mãos de Mó”. A unidade custa R$ 35. “É um pão rústico, com notas mais selvagens, crosta firme e crocante, interior macio e alveolado. O tamanho família compõe bem a mesa natalina”, sugere Ronaldo.


Do peru à porqueta

Os restaurantes também entraram no clima de Natal. No italiano Maurizio Gallo, o cliente pode encomendar peru recheado ao molho de laranja e mostarda (R$ 74/kg) ou lombo ao vinho com crosta de castanha decorado com fios de ovos (R$ 74/kg). O chef prepara também a típica rabanada (R$ 44/kg).

“Uso azeites importados e vinhos italianos, que conferem sabor mais acentuado às receitas”, afirma Gallo. O menu especial da época, que pode ser degustado no local, tem opções de entrada, prato principal e sobremesa (R$ 85 por pessoa).

No Albanos, a tradição de fim de ano é a porqueta – carne suína com recheio de ervas e especiarias (R$ 35,80, individual ) –, além da leitoa assada. Para a sobremesa, sugere-se torta de chocolate com castanhas brasileiras (R$ 22 a fatia; R$ 130 inteira, sob encomenda).





Gelato natalino

No burburinho da Savassi, a Lullo Gelato preparou quatro receitas especiais – e inéditas – para a data. Duas delas com ingredientes bem natalinos. “A primeira foi inspirada nos panetones e chocotones super-recheados. Na montagem, mesclamos pedaços de chocotone e calda de chocolate trufado. Nossa segunda novidade é o cioccolato turco, com ingredientes que têm a cara do Natal: noz pecã e figo, combinados com o gelato de chocolate meio amargo”, revela Cristiane Temporão, sócia da gelateria.

A casa oferece quatro opções de copinhos (de 110g a 300g), todos acompanhados de casquinha artesanal: piccolo (R$ 12), médio (R$ 14,50), grande (R$ 16,50) e massimo (R$ 27,50). Pode-se misturar até quatro sabores. Quem preferir levar para casa encontra embalagens de 300g (R$ 33,50), 500g (R$ 48) e 1kg (R$ 85).


Publicidade