Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Não à mesmice

Baiuca muda o cardápio depois de fazer testes com a clientela


postado em 30/11/2018 05:17

Chef Baiana diz que as carnes de boi e porco são a preferência da freguesia (foto: Fotos: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Chef Baiana diz que as carnes de boi e porco são a preferência da freguesia (foto: Fotos: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)


Um dos bares mais tradicionais de Belo Horizonte, o Baiuca está cheio de novidades, mas sem perder o foco em suas raízes. “Pra sair da mesmice, de três em três meses a gente costuma dar uma variada no cardápio. Fazemos testes. Se o público aprovar, o prato entra. Porém, as mudanças de agora foram maiores”, revela Vanderlene Santos, a chef Baiana, que assina o menu da casa.

Reconhecido como especialista em carnes, o Baiuca decidiu investir no mar. Nascida na Bahia, a chef comemora: “Amo frutos do mar, principalmente camarão. Apesar de BH não ter praia, os mineiros apreciam muito esse tipo de culinária, embora as carnes de boi e de porco ainda sejam as preferidas da clientela.”

O novo cardápio lista bolinho de aipim com camarão (R$ 36,90), pastel de vento com bobó de camarão (R$ 29,90) e tilápia grelhada ao molho de camarão com arroz de coco (R$ 56,90).

“O único prato com peixe que tínhamos era a tilápia arretada (R$ 29,90), que chegou a disputar o Comida di Buteco. Ela leva molho aioli e é bem crocante, pois está envolta em farinha de arroz sem glúten”, explica Baiana.

Os preferidos da clientela continuam no cardápio. É o caso da picanha à Baiuca, acompanhada por farofa de ovos e vinagrete (R$ 142,90/kg). A grande aposta é a picanha angus (R$ 89,90). “Picanha é o nosso carro-chefe e decidimos ousar com esse corte mais nobre”, diz a chef.

Outras opções são o ancho com arroz biro biro e farofa de ovos (R$ 63,90) e o chorizo com risoto de brócolis e batatas coradas (R$ 59,90). Uma sugestão de petisco é o croquete de carne (R$ 24, 90) – “a grande novidade”, de acordo com Baiana.

A casa também oferece almoço executivo de segunda a sexta-feira, das 11h às 15h. O preço varia de R$ 17,90 a R$ 40. Pratos tradicionais (bife à cavalo, filé de frango à parmegiana e espaguete ao alho e óleo) estão entre as pedidas. Às quintas e sextas, o menu é surpresa. No sábado, sugere-se a feijoada completa acompanhada por arroz, couve, laranja, farofa e torresmo.



EXPERIÊNCIA


Baiana mora em BH desde 2009. Já trabalhou no restaurante Dádiva e na Borracharia Gastrobar. Há três anos, ela comanda a cozinha do Baiuca.

A chef viveu vários anos em Porto Seguro. “Comecei na cozinha aos 14 anos, por baixo. Lavei prato, recolhi lixo, virei auxiliar e fui subindo. Vim pra Belo Horizonte porque a cidade oferece mais oportunidades de trabalho. Hoje, sou uma chef baianeira, que mistura o melhor de Minas e da Bahia”, diverte-se.


BAIUCA
Rua Piauí, 1.884, Funcionários. (31) 3225-5602. Segunda-feira, das 11h às 15h; de terça a sábado, das 11h à meia-noite; domingo, das 11h às 18h.


Publicidade