Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Relax na Pampulha

Paladino abre o próprio bar apostando em novidades no happy hour


postado em 09/11/2018 05:05

Bar tem ambiente informal e música ao vivo(foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press )
Bar tem ambiente informal e música ao vivo (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press )


Instalado há décadas na região da Pampulha, o Paladino acaba de ganhar a versão barzinho. Referência de cozinha brasileira, a casa é famosa pela estrutura “fazendinha” que oferece, com mesas ao ar livre e até passeio de charrete.


O Bar Paladino funciona ao lado do salão do restaurante, também sob a copa das árvores. Com o novo projeto, o chef Marcelo Haddad, proprietário da casa, quer conquistar a freguesia noturna e a turma mais jovem, além de interessados em um programa baseado em gastronomia, porém mais relax, com direito a chopes e cervejas artesanais, drinques e comidinhas para compartilhar.


“O público sempre busca novidades. Reformamos o ambiente para receber um bar com balcão de oito metros, além de outras atrações. A ideia é transformar, agregando outro conceito à nossa marca, que já é tradicional. A gastronomia segue tendências e a bola da vez está amparada na coquetelaria e em cervejas especiais regionais. Entramos na onda”, diz Haddad.


O espaço é informal, com capacidade para 300 pessoas. O cardápio oferece tira-gostos diferentes, além de pratos tradicionais do Paladino, carta de bebidas que privilegia produtores locais, música ao vivo e novidades preparadas tanto por Haddad quanto em parceria com outros chefs.


Os destaques são as carnes na parrilla e, mensalmente, os assados em fogo de chão. Vale destacar que o espaço kids, parquinho com brinquedos em madeira, fica iluminado para receber as crianças enquanto os pais curtem o happy hour.

RAIZ Na linha entradinhas, o chef sugere opções com queijos e ingredientes mineiros, a exemplo do Minas de cabo a rabo – snacks de queijos canastra e do serro com compota de casca de jabuticaba e folha de manjericão da horta (R$ 22). Já o Quadrado reúne costela de boi assada e prensada, molho de cerveja e angu frito (R$ 42).


Entre os pratos principais, há o Parmegiana de tilápia – peixe empanado com molho de moqueca, queijo, batata frita e arroz (R$ 48, individual) – e a Costela de Adão, assado de tira de angus com arroz cremoso de abóbora, requeijão e farofa de maracujá (R$ 78, individual).


Faz sucesso a sobremesa Curral, pomar e horta, com frutas vermelhas orgânicas, creme de doce de leite e ervas cultivadas na casa (R$ 20).

BEBIDA Entusiasta de projetos que valorizam a cozinha mineira de raiz, Marcelo estendeu esse conceito para o bar. A carta de bebidas prioriza parcerias com marcas locais (cervejas Falke e Verace, drinques com cachaças Taverna de Minas, carta de aguardente também mineira). Os preços variam de R$ 8 (chope pilsen Falke, 300ml) a R$ 29 (IPA da Verace Syrena).


Entre os drinques especiais está a caipirinha da casa, com limões capeta e taiti, xarope de açúcar e cachaça Jequitibá (R$ 13). Já o Carmen banana traz cachaça três madeiras, licor de café, banana-caturra e azeite de dendê (R$ 16).


De quinta-feira a sábado, tem música ao vivo. “Os estilos variam – MPB, jazz e pop rock –, sempre privilegiando novos artistas e os já conhecidos aqui”, diz Haddad. “Funcionamos em um deque, espaço com as laterais abertas e vista para o jardim, os brinquedos e a lagoa. É um programa descontraído para o happy hour”, convida o chef.

BAR PALADINO
Avenida Gildo Macedo Lacerda,
300, Bairro Braúnas, Pampulha.
(31) 3447-6604 e (31) 99918-4169 (WhatsApp). Abre terça-feira, das 11h30 às 15h; de quarta-feira a sábado,
das 11h30 à 0h; e domingo,
das 11h30 às 17h.


Publicidade