" /> " /> " />
Publicidade

Estado de Minas

Cuidado com os estimulantes cerebrais


postado em 14/07/2016 11:00

A fase de estudos que antecede o Exame de Ordem exige um certo nível de desenvolvimento das funções cognitivas e, no dia da prova, um alto nível de concentração. Afinal, 80 questões não são para qualquer um.

É nesse cenário que os estimulantes cerebrais são consumidos pelos estudantes, com intuito de aumentar o rendimento e obter um melhor desempenho.

Pensando nessa realidade, comum entre nossos amig@s oabeir@s, temos uma dica pra você.

download (1)O consumo dos psicoestimulantes é considerado um comportamento de risco, não só pelo seu potencial elevado de efeitos secundários adversos, como também por se associar ao consumo de outras substâncias psicoativas.

A maioria dos consumidores inicia o consumo com suplementos vitamínicos, bebidas energéticas e anfetaminas, com o intuito de ficar mais horas acordados, de modo que possam estudar mais.

Os efeitos associados ao consumo dessas substâncias em um primeiro momento parecem positivos, dentre eles, destacam-se: diminuição da fadiga/cansaço físico e mental, aumento da concentração e diminuição do sono diurno.

Mas cuidado! Não se deixe levar por esses efeitos, eles escondem danos à a saúde e põem em risco até a sua vida.

Muitos deles interferem na dopamina e noradrenalina, que são neurotransmissores do Sistema Nervoso. Esses estimulantes agem aumentando a liberação e diminuindo a recaptação desses transmissores. Com isso, aumenta a quantidade dessas substâncias e suas funções ficam exacerbadas no organismo.

A médio e longo prazo, várias funções fisiológicas e comportamentais são alteradas, causando insônia, perda de apetite e até mesmo o desempenho sexual.

Nos casos de doses excessivas, os efeitos se acentuam e a pessoa pode se tornar muito agressiva e ter delírios. Ocorre também aumento da temperatura corporal, que em alguns casos pode levar a convulsões.

Diante disso, o que fazer?

Veja alguns estimulantes naturais que podem ajudar no seu preparo sem prejudicar sua saúde.

Extrato de guaraná: é um cipó. A parte utilizada como ingrediente é o fruto, que é rico em xantinas e age como estimulante.

Café: muito conhecido seu efeito contra o sono, a cafeína combate a inatividade, pois estimula o sistema nervoso, neutralizando o cansaço e estimulando a atividade cerebral. Também melhora a concentração, ajuda na digestão, e energiza o corpo.

Cenoura: para eliminar a fadiga, ou aquela vontade de ficar só descansando. Coma uma cenoura, é rica em potássio, beta caroteno, e em minerais vitais para agilizar o funcionamento do corpo.

Bons estudos!

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade